Leilão Casa Branca tem receita 26,8% superior
CME MILHO (DEZ/20) US$ 3,684 (0,11%)
| Dólar (compra) R$ 5,59 (2,18%)

Imagem: Eliza Maliszewski

GENÉTICA

Leilão Casa Branca tem receita 26,8% superior

O 6º Leilão Primavera Casa Branca faturou R$ 3,17 milhões
Por:
52 acessos

O 6º Leilão Primavera Casa Branca faturou R$ 3,17 milhões com a venda de 138 reprodutores e matrizes Angus, Brahman e Simental, embriões e doses de sêmen. Esse resultado é 26,8% superior ao obtido no leilão do ano passado (R$ 2,5 milhões).

“Foi um excelente resultado, que demonstra o crescente investimento dos criadores por genética provada e de alta qualidade e a confiança no nosso trabalho. A Casa Branca seleciona com muita rigidez zootécnica para colocar à disposição do mercado brasileiro e latino-americano animais diferenciados que fazem a diferença nas fazendas e contribuem para o contínuo aumento de produtividade na pecuária. Os produtores reconheceram os diferenciais dos nossos animais”, destaca o criador Paulo de Castro Marques.

Raça Angus – Foram comercializados 24,5 reprodutores pelo valor médio de R$ 34,6 mil e 23 fêmeas pela média de R$ 25,6 mil. Destaque indiscutível à expressiva valorização dos touros Angus Casa Branca, cujo preço médio saltou 60% em relação ao ano passado.

Raça Brahman – A Casa Branca vendeu 24,5 reprodutores pela média de R$ 17,7 mil e 30 fêmeas por R$ 15,2 mil cada. A genética Brahman Casa Branca segue atraindo criadores devido à fertilidade, adaptação e precocidade. O preço médio dos touros avançou 24,6% em relação ao leilão de 2019.

Raça Simental – Os 22 reprodutores colocados à venda foram negociados por R$ 17,6 mil, em média. E as 14 fêmeas saíram por R$ 12,4 mil. O excelente desempenho dos touros Simental Casa Branca, especialmente em regiões de altas médias de temperatura, foi reconhecido pelos criadores. O preço médio subiu 93,7% sobre o ano passado.

A Casa Branca também comercializou 7 pacotes de embriões pelo valor médio de R$ 40,2 mil e 6.534 doses de sêmen de reprodutores por R$ 138,2 mil.

“Foram vendeu reprodutores e matrizes para todas as regiões do Brasil e também para países latino-americanos, como a venda do maior destaque do leilão, o reprodutor Angus PWM Antony, para o Equador”, informa a diretora Fabiana Marques Borelli.

Paulo de Castro Marques também destaca o grande interesse das principais centrais de genética do Brasil por reprodutores Angus, Brahman e Simental Casa Branca. “Dez touros de extremo potencial, sendo 8 Angus, foram contratados pelas centrais. São reprodutores jovens, que têm muito a oferecer para os criadores que apostam na pecuária de resultados”.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink