Leilão

Leilão da Itapororó alcança R$ 6,22 milhões em vendas

Destaque do remate foi a comercialização de garanhão da raça Crioula em dez cotas que totalizaram R$ 720 mil
Por:
57 acessos

Uma tarde histórica para a raça Crioula. Neste dia 9 de novembro de 2017 o leilão de liquidação da Cabanha Itapororó, de Alegrete (RS), entrou no hall dos principais remates do Cavalo Crioulo em termos de faturamento. Com recinto lotado no Tattersall do Cavalo Crioulo do Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS), o evento alcançou o resultado de R$ 6,22 milhões em vendas, fechando com média de R$ 67 mil na comercialização de 93 lotes, se tornando um dos leilões de maior faturamento da história da raça.

Para o leiloeiro e diretor da Trajano Silva Remates, Marcelo Silva, que comandou as quase seis horas de vendas no leilão, dentro da conjuntura de mercado no país, o evento superou as expectativas especialmente pela liquidez. "Considerando o grande volume de animais na oferta, tínhamos uma projeção otimista, mas a superamos em 25%. Tivemos destaque especialmente nas éguas, que valeram muito mais do que pensávamos e que foram adquiridas por grandes criadores do país", observa. 

O grande destaque ficou por conta da venda de dez cotas do garanhão Sargento do Itapororó, tetrafinalista do Freio de Ouro, que totalizaram R$ 720 mil. Outra grande venda foi da égua Balisa III do Itapororó, terceira melhor fêmea da Expointer 2017, comercializada pelo valor de R$ 350 mil.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink