Leilão marcado

Agronegócio

Leilão marcado

Produtores de milho esperam valorização do cereal nesta semana
Por:
352 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.

Principais produtores de milho no inverno, Mato Grosso e Paraná esperam valorização do cereal nesta semana, depois da confirmação de que o governo deve garantir preço mínimo para 1 milhão de toneladas do cereal (de MT, MS e GO). Esse volume corresponde a apenas 6% das 17 milhões de toneladas que Mato Grosso produz neste inverno. Mesmo assim, a expectativa é que a pressão da oferta diminua.

Seguindo portaria interministerial do dia 6 que prevê R$ 500 milhões para apoio à comercialização de milho, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) marcou para dia 20 deste mês leilão de Prêmio Equalizador Pago ao Produtor Rural (Pepro). Haverá prêmio para 1,05 milhão de toneladas de milho. Pode solicitar bônus quem se propuser a pagar R$ 13,56 por saca ao produtor de Mato Grosso ou R$ 17,67 aos agricultores de Goiás e Mato Grosso do Sul (preço mínimo). Têm direito a participar comerciantes e indústrias de ração, bem como avicultores, suinocultores, bovinocultores e suas cooperativas.

Dois terços da colheita nacional já foram realizados, conforme a Conab. O inverno tende render ao todo 46 milhões de toneladas, mesmo volume da safrinha de 2013. Podem ser realizados até dez leilões com os recursos disponíveis.

Seleção

R$ 11 a R$ 17 estão sendo pagos pela saca de milho em Mato Grosso. Pepro deve favorecer regiões em que o mercado oferece menos de R$ 13,56/sc.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink