Leilões de milho negociam 598 mil toneladas

Agronegócio

Leilões de milho negociam 598 mil toneladas

Os lotes mais disputados foram de MT, com deságio chegando a 12,5%
Por:
7 acessos

O leilão de Prêmio Equalizador Pago ao Produtor (Pepro) de milho realizado nessa quinta-feira (19-07) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) negociou subvenções para 541,8 mil toneladas do produto, o que corresponde a 89,97% da oferta, de 580 mil t. Os lotes mais disputados foram de Mato Grosso, com deságio chegando a 12,5% no valor de abertura do prêmio. Foi comercializado também milho de Mato Grosso do Sul e Rondônia. Nesta modalidade, o arrematante é o produtor rural, que deve agora comprovar a venda e o escoamento do produto para receber a subvenção.

Em uma operação de Prêmio para o Escoamento do Produto (Pep), a Conab comercializou outras 76,2 mil t de milho do total de 90 mil t ofertadas. Cerca de 39 mil t negociadas são da região Norte de Goiás. As outras 37 mil são de Barreiras, na Bahia. A operação foi aberta à participação de indústrias de alimentos e de ração e para os setores de avicultura, suinocultura e bovinocultura de leite. Eles deverão comprovar a compra do milho e o escoamento para as regiões Norte (exceto RO e PA) e Nordeste (exceto MA e PI), norte de Minas Gerais e Espírito Santo.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink