Leite cai no atacado com grãos em alta
CI
Imagem: Marcel Oliveira
MERCADO

Leite cai no atacado com grãos em alta

O leite UHT no atacado em São Paulo teve queda de 13% em relação a setembro
Por: -Eliza Maliszewski

Segundo o Centro de Inteligência do Leite, da Embrapa Gado de Leite, os preços do leite e seus derivados perderam forças ao longo de outubro, após vários meses com alta consistente. Os preços da última sexta-feira (23) registravam quedas próximas a 10% para o leite UHT, leite em pó e queijo muçarela em relação a setembro. O leite UHT no atacado em São Paulo teve queda de 13% em relação a setembro. Já em relação a outubro do ano passado o cenário é de alta de 27%. A média é de R$ 3,09 o litro.

No mercado spot, o recuo iniciado em setembro intensificou-se neste mês, com os preços ficando mais próximos dos valores pagos aos produtores. O fortalecimento da produção nacional, o aumento das importações e a dificuldade de repasse do atacado para o varejista foram alguns dos motivos para esse novo cenário. Em Minas Gerais queda de 22% em relação ao mês anterior, com R$ 2,11.

Depois de quatro altas seguidas, os Conseleites estaduais projetaram quedas nos preços a serem pagos aos produtores em novembro (referente ao leite entregue em outubro). Esses resultados refletem o enfraquecimento dos preços dos produtos lácteos no atacado e no mercado spot ao longo de outubro. Em Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Paraná queda superior a 5% e em Santa Catarina recuo de 3,2%.

Já o preço dos grãos segue em disparada. Mesmo com medida do governo de zerar as tarifas de importação de soja e milho, os preços mantiveram o movimento de alta com o milho subindo 31% e o farelo de soja 28% em relação a média de setembro. Em relação a outubro de 2019, os preços destes produtos praticamente dobraram pesando bastante nos custos de produção pecuários. As chuvas irregulares e o atraso no plantio da safra 2020/21 estimularam as novas altas. No mercado de Campinas (SP) a saca de 60kg de milho teve alta de 90% em relação a outubro do ano passado, com média de R$ 78,82. O farelo de soja no Paraná teve alta de 111% sobre outubro de 2019, com R$ 2,824 a tonelada.
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink