Leite subiu mas relação de troca piorou
CI
Imagem: Marcel Oliveira
EM 2020

Leite subiu mas relação de troca piorou

Em relação a dezembro o preço do leite ao produtor subiu
Por: -Eliza Maliszewski

Em 2020 o leite teve alta média no preço nominal pago ao produtor em R$1,73, avanço de 22,6% sobre 2019. Já os derivados avançaram mais de 16% no ano.

De acordo com o Boletim do Centro de Inteligência do Leite, da Embrapa Gado de Leite, apesar da melhora mensal na relação de troca, o índice ficou acima dos valores registrados em 2019, durante todo o ano de 2020. Na média, o produtor de leite precisou de mais 8,3 litros de leite para aquisição de 60 kg de mistura concentrada, alta de 23% em relação a 2019.

Em relação a dezembro o preço do leite ao produtor subiu, recuperando parte da queda registrada em novembro. Na média Brasil, a cotação fechou em R$2,13 por litro, alta de 4,1% sobre novembro. As maiores alta aconteceram em Santa Catarina (+4,7%), Minas Gerais (+4,6%) e Rio Grande do Sul (+4,4%).

No varejo, o preço da cesta de lácteos subiu 1,06% em dezembro, acumulando alta de quase 17% no ano. As maiores altas ao consumidor em 2020 foram registradas para o leite UHT (+27%), leite em pó (+18%) e leite condensado (+14%).

Em relação às importações foi registrado recuo em dezembro, mas continuaram em patamares elevados, com volume acima dos 180 milhões de litros. A alta das compras no ano foi de 24,4%. O volume mensal médio de importações ficou em 112 milhões de litros. As exportações tiveram média de 8 milhões de litros por mês, aumento de 55% em relação ao ano anterior.
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink