Lula anunciará recursos para estocagem de álcool


Agronegócio

Lula anunciará recursos para estocagem de álcool

Por: -Admin
1 acessos

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva anuncia hoje (02-05), em reunião com os usineiros, na Agrishow 2003, a liberação de R$ 500 milhões - previstos no orçamento, com recursos da Contribuição de Intervenção sobre o Domínio Econômico (Cide) - para a estocagem de quase 1 bilhão de litros de álcool. O programa terá juros de 11,5% ao ano, com pagamento em quatro parcelas, sendo a primeira em janeiro de 2004 para o Centro-Sul e em maio de 2004 para o Nordeste. O preço de referência será de R$ 0,55 o litro de álcool anidro e R$ 0,50 para o hidratado. A proposta foi aprovada quarta-feira pelo Ministério da Fazenda.

Em Ribeirão Preto (SP), o presidente deverá também se encontrar com representantes de outros setores produtivos, incluindo cafeicultores. Na ocasião, vai anunciar a proposta de lançamento de contratos de opção de 3 milhões de sacas de café. Metade do volume terá exercício em setembro e outros 50%, em novembro.

Para os contratos de arábica com vencimento em setembro, o preço de exercício será de R$ 205 a saca de 60 quilos, chegando a R$ 215 a saca em novembro. No caso do café robusta, o valor de referência é de R$ 113 a saca em setembro e R$ 118 em novembro.

Safra recorde

O Brasil poderá colher em 2004 cerca de 50 milhões de sacas de café. A afirmação é do ministro da agricultura, Roberto Rodrigues, em Ribeirão Preto (SP). Se for confirmado, o volume irá superar o volume do ano passado, quando o Brasil colheu cerca de 40 milhões de sacas. O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, assinou durante a décima edição do Agrishow um decreto que cria uma linha de financiamento para o café. A linha permite para cada produtor a disponibilização até R$ 20 mil para aquisição de equipamentos necessários ao preparo de café e até R$ 5 mil para a aquisição de equipamentos de infra-estrutura de secagem.

A estratégia do governo é beneficiar produtores rurais familiares que já atuam na cadeia produtiva do café, com receita anual de R$ 100 mil. O prazo para pagamento será de até cinco anos, com juros de apenas 4% ao ano. A liberação dos recursos será efetuada, de acordo com o projeto técnico, através do pagamento direto aos fornecedores.

Carne bovina

O ministro Roberto Rodrigues, disse ontem que o Brasil voltará a exportar carne bovina "in natura" para os EUA até abril de 2004. "Na viagem que fiz para os Estados Unidos na semana passada, eles indicaram que vencidas as questões burocráticas, até abril do ano que vem o Brasil irá exportar para o mercado americano", disse o ministro.

Segundo o ministro, ainda não foram definidos limites ou cotas, mas a abertura desse mercado é considerado um grande avanço nas negociações internacionais. "Se conseguirmos a abertura, mesmo que de uma parcela pequena daquele mercado, isso significará um êxito da tecnologia da pecuária brasileira", disse Rodrigues.

Ele considera que a pecuária foi o setor que mais se desenvolveu no Brasil no Plano Real. "O avanço tecnológico e em pesquisas na pecuária são instrumentos que garantem avanço da competitividade brasileira no mercado internacional."


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink