Mais Alimentos aperfeiçoa atividade de agricultor familiar

Agronegócio

Mais Alimentos aperfeiçoa atividade de agricultor familiar

De maneira sustentável, Benedito produz vários tipos de culturas utilizando esterco orgânico para adubar a terra
Por:
643 acessos
Benedito José Comin, 59 anos, é um típico agricultor familiar que reside no município de Monte Alto (SP). No Sítio Boa Vista da Terra dos Olhos D’água, de 55 hectares, a família trabalha unida e o serviço diário foi aperfeiçoado e se tornou menos árduo depois que financiaram um trator e um distribuidor de calcário pelo Programa Mais Alimentos.


Muito sorridente, seu Benedito relata que “foi fácil conseguir o financiamento e os juros saíram praticamente de graça”. Em 2008, ele acessou o primeiro financiamento no valor de R$ 64 mil para comprar um trator. Diante das facilidades para acessar o crédito, o agricultor fez, no ano seguinte, um novo financiamento no valor de R$ 13 mil para a compra de um distribuidor de calcário.

Ele explica que com a aquisição do implemento agrícola para distribuir o calcário na propriedade, o serviço que, antes, era realizado em três pessoas durante uma semana foi reduzido para três dias de trabalho, sendo necessário apenas uma pessoa.

Sem o ‘esparramador’ de calcário, como se refere ao falar do equipamento que adquiriu pelo Mais Alimentos, seu Benedito explica que o trabalho era todo manual: o adubo e o calcário eram jogados na plantação apenas com a ajuda de uma pá. “Não tinha outro jeito. Mas as coisas evoluíram e com o crédito facilitado do Programa a vida da minha família mudou para melhor”, afirma o agricultor.


Diversificação

De maneira sustentável Benedito produz vários tipos de culturas utilizando esterco orgânico para adubar a terra. A diversidade se aplica bem à propriedade, onde planta 25 hectares de limão, 18 hectares de manga, 1,5 hectare de carambola, além de dois hectares de feijão plantados em consórcio com berinjela.

Todo o sustento da família vem da comercialização dos produtos cultivados no sítio que são revendidos para a Ceasa dos estados de São Paulo, Santa Catarina, Belo Horizonte, entre outros. Quando questionado se a renda da família melhorou com a nova máquina e com o novo implemento adquirido pelo Mais Alimentos, seu Benedito responde sorrindo: “sempre vai melhorando, né?”


Para qualificar o trabalho e auxiliar a família no cultivo, um técnico da assistência técnica e extensão rural vinculado à Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI/SP) visita a propriedade do agricultor familiar regularmente. O técnico auxilia quanto as doenças que podem atacar a lavoura e, também, sobre como evitá-las.

Mais Alimentos
Criado em 2008, o Mais Alimentos é uma linha de crédito do Pronaf que financia a modernização das propriedades familiares. O agricultor familiar pode acessar até R$ 130 mil, com taxa de juros de 2% ao ano, dez anos para pagamento e três anos de carência. A partir do Plano Safra da Agricultura Familiar 2010/2011, o Mais Alimentos passou a financiar projetos coletivos de até R$ 500 mil.


Os produtos e atividades financiados pelo Programa são: açafrão, arroz, café, centeio, feijão, mandioca, milho, sorgo, trigo, erva-mate, apicultura, aquicultura, avicultura, bovinocultura de corte, bovinocultura de leite, caprinocultura, fruticultura, olericultura, ovinocultura, pesca e suinocultura, soja, cana-de-açúcar e palmeiras para produção de palmito.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink