Mais de 230 milhões de toneladas de cargas passaram por portos no 2º tri

Agronegócio

Mais de 230 milhões de toneladas de cargas passaram por portos no 2º tri

Movimentação cresceu 1,6% comparado ao ano passado
Por:
821 acessos
Movimentação cresceu 1,6% se comparado ao mesmo período do ano passado

A movimentação de cargas nos portos e terminais portuários cresceu 1,6% no segundo trimestre do ano se comparado com o período de abril a junho de 2012, principalmente devido ao crescimento no transporte de produtos agropecuários. O período coincidiu com as safras recordes de soja, milho e cana-de-açúcar. 


Ao todo, 231,1 milhões de toneladas foram transportadas, 3,6 milhões mais que no segundo trimestre do ano passado. Granéis sólidos responderam por 143,7 milhões de toneladas brutas e granéis líquidos por 53,5 milhões de toneladas. 

No segmento de carga geral (carga geral solta + carga geral conteinerizada), foram movimentados 33,9 milhões de toneladas, o que representou um aumento de 4,2%. Já no segmento de carga geral solta, foram movimentados 9,7 milhões de toneladas, representando uma queda de 15,9% em relação ao mesmo período do ano anterior. 


Os portos organizados responderam por maior parte do crescimento, com alta de 9,6% no total de carga movimentada. Já os privados tiveram redução de 2,6% no mesmo período. 

Os números estão no Boletim Informativo Portuário, divulgado pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) na quarta-feira (25).

O gerente de Gestão e Desempenho Portuário do órgão, Fernando Serra, explica que “os portos, por concentrarem grande parte da movimentação de produtos agropecuários, como soja e açúcar, acompanharam o bom desempenho desses setores, enquanto os terminais privados, por terem cerca de 70% de sua pauta de mercadorias concentrados em combustíveis e minério de ferro, padeceram dos reveses dos mercados desses produtos”. O transporte de minério de ferro caiu devido à redução de 9,4% nas importações do material brasileiro pela China. 


Dez portos organizados registraram 90% da movimentação desse tipo de instalação, com destaque para Santos (21,4%), Rio Grande (25,3%) e São Francisco do Sul (18,3%). Já os portos de Vila do Conde e do Rio de Janeiro apresentaram quedas acentuadas (-13,5% e -13,1%, respectivamente) no comparativo do 2º trimestre de 2013 com o mesmo período de 2012.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink