Mamona ganha mais espaço
CI
Imagem: Eliza Maliszewski
20/21

Mamona ganha mais espaço

A produção deve ter queda de 16,4%, somando pouco mais de 36 mil toneladas
Por: -Eliza Maliszewski

A estimativa para a safra 2020/21 é de incremento na área plantada, que deve alcançar cerca de 52,7 mil hectares semeados, apontando acréscimo de 15,8% em comparação a temporada anterior. A produção deve ter queda de 16,4%, somando pouco mais de 36 mil toneladas.

O Nordeste é a principal região produtora, com destaque para a Bahia. Estima-se incremento de área para a Região de 16,6% em comparação a 2019/20, e retração na produção, que atualmente está estimada em 34,3 mil toneladas. No estado baiano, com a chegada das chuvas no final de outubro de 2020, foram realizados os manejos para o plantio de novas áreas e a manutenção das lavouras remanescentes da última safra. A expectativa é de aumento na área cultivada nesta safra, especialmente pelo bom regime hídrico registrado no início do ciclo.

Em Mato Grosso, cuja área se manteve em 2,1 mil hectares, a produtividade média estimada, até o momento, é de 918 kg/ha, 0,7% maior que os 912 kg/ha observados na temporada passada. Tambem planta mamona o estado do Ceará, com área  e produção baixas. Nesta safra os cearenses colherão 50% menos.

A mamona gera semente de onde se fabrica óleo de rícino, potente laxante e vermífugo além de ser usado para tratamento de hemorroidas e para estimular o crescimento de cabelos. A partir de suas sementes também é possível extrair o óleo de mamona, que é amplamente usado na lubrificação de motores com alta rotação e como matéria-prima para a produção de biodiesel. Há ainda a torta, um importante subproduto gerado da extração do óleo. É utilizada como adubo orgânico de boa qualidade.
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink