Mandiocultores permanecem sem interesse em comercialização
CI
Imagem: Marcel Oliveira
DEMANDA

Mandiocultores permanecem sem interesse em comercialização

Estimativas apontam redução de 8% na quantidade de mandioca processada pela indústria de fécula entre 28 de março e 1º de abril, somando 46 mil toneladas
Por: -Aline Merladete

Os preços da raiz de mandioca subiram no mês passado, devido à combinação entre menor oferta e demanda fortalecida. Nos últimos dias, especificamente, a maior parte dos mandiocultores seguiu sem interesse na comercialização, visto que o teor de amido das raízes continua baixo. Outros produtores, mesmo com necessidade de se capitalizar, diminuíram as entregas em razão das chuvas, principalmente nos estados do Paraná e de São Paulo.

De acordo com os dados do boletim informativo do Cepea, estimativas apontam redução de 8% na quantidade de mandioca processada pela indústria de fécula entre 28 de março e 1º de abril, somando 46 mil toneladas. Novamente, a demanda industrial não foi completamente atendida, e a ociosidade média das fecularias foi de 47% da capacidade instalada. Quanto ao preço, entre 28 de março e 1º de abril, o preço médio nominal a prazo da tonelada de mandioca posta fecularia subiu 1,5% frente ao da semana anterior, para R$ 793,49 (R$ 1,3800 por grama de amido). A média de março registrou aumento de 7,6% frente à de fevereiro. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.