Manutenção de máquinas e capacitação de operadores são fundamentais para evitar perdas na colheita
CI
Agronegócio

Manutenção de máquinas e capacitação de operadores são fundamentais para evitar perdas na colheita

O segredo está em conhecer a máquina por dentro", diz o professor da Escola Agrotécnica de Carazinho, Plínio Pacheco Pinheiro
Por:

"O segredo está em conhecer a máquina por dentro", disse o professor da Escola Agrotécnica de Carazinho, Plínio Pacheco Pinheiro, durante a palestra sobre qualidade de grãos e perdas na colheita, feita nessa quarta-feira (22), em Passo Fundo, durante o Seminário sobre Ferrugem Asiática da Soja. O evento, que contou com a participação de cerca de 130 técnicos e agrônomos, foi promovido pela Embrapa Trigo, em parceria com a
Emater/RS-Ascar e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, com o apoio do Comitê Estadual de Controle da Ferrugem Asiática da Soja, que congrega 19 instituições.

A palestra feita pelo professor Plínio Pacheco Pinheiro faz parte da campanha estadual de redução de perdas na colheita edição 2009, lançada pelo diretor técnico da Emater/RS, Paulo Silva, na abertura do Seminário. A
campanha visa salientar a importância da correta regulagem de máquinas e da manutenção dos equipamento. De acordo com o palestrante, mesmo com o avanço tecnológico e com o acesso ao conhecimento, nos últimos anos teve um acréscimo nas perdas no momento das colheitas.

"Precisamos sentar e discutir o problema e levar a solução para a lavoura. O operador da colhedora deve ser capacitado e conhecer a máquina por dentro. O grande problema que temos é que nos falta esse conhecimento. Nós temos o orgulho de ter as melhores máquinas do mundo, mas temos que ter a preocupação, porque temos as maiores perdas do mundo", enfatizou Pinheiro. Segundo ele, o aceitável é que a perda na colheita seja de 0,75 sc/ha.

Pinheiro falou ainda que os fatores relativos a perdas. Para ele, o fator número um responsável pelas perdas é a manutenção das máquinas colhedoras, seguida pela capacidade do operador, regulagem das colhedoras e condições das lavouras. "O treinamento deve ser feito dentro da propriedade, na lavoura", disse Pinheiro. Sobre qualidade dos grão, o professor reforçou que é necessário plantar bem, ou seja, uniformemente, para que se consiga colher bem.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.