MAPA licencia seis antígenos para diagnóstico aviário
CI
Agronegócio

MAPA licencia seis antígenos para diagnóstico aviário

A aprovação é importante para o setor avícola
Por:
Campinas - O Diário Oficial da União de 6 de fevereiro publicou em Licenciamento de Produtos Veterinários a aprovação, pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, de seis antígenos (descritos no quadro abaixo), produzidos internamente pelo Laudo Laboratório Avícola (Uberlândia, MG). Como a produção e a disponibilidade interna de produtos voltados para o diagnóstico de doenças em aves para a avicultura têm sido, há tempos, problemática, o significado desta aprovação vai além. A questão é fundamental para a avaliação do status sanitário do plantel avícola: como chegar a um diagnóstico se não há antígenos para realizá-lo?
A aprovação é importante para o setor avícola, que se queixava do desabastecimento de parte desses produtos, essenciais para o diagnóstico de doenças avícolas, desde que um dos principais fornecedores do mercado brasileiro suspendeu as importações de antígenos.

Para Edison Rossi, sócio proprietário do Laudo Laboratório, a falta de antígenos no mercado deve-se, entre outros fatores, a um processo de produção caracterizado como “artesanal” e que, por isso, não se encaixa na rotina de grandes empresas.

Cita a propósito, que o Laudo – em sua essência, um laboratório de diagnóstico – já vinha produzindo seus próprios antígenos. O “know-how” acumulado a partir daí levou a empresa a decidir-se por produzi-los comercialmente. Mas, para isso, foram necessários três anos de investimento, período no qual o Laudo construiu e equipou duas novas instalações (área total de 1.000 m²), que atendem às exigências para produção e armazenagem desse tipo de insumo e que podem servir também para produção de vacinas.

Rossi também explica que os três primeiros produtos descritos no quadro são utilizados como testes de triagem, enquanto os demais têm por finalidade confirmar ou não as reações encontradas nos testes de triagem. Já os três últimos também são novidade no mercado, uma vez que serão comercializados pela primeira vez.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.