Máquina brasileira inativa Covid-19
CI
Imagem: Divulgação
TECNOLOGIA

Máquina brasileira inativa Covid-19

Equipamento teve eficácia atestada na Unicamp e pode ser utilizada m espaços públicos para desinfecção
Por: -Eliza Maliszewski

Vem de Goiânia (GO) a mais nova invenção que pode auxiliar no combate ao coronavírus. O engenheiro Alaor Ferreira da Cruz Junior desenvolveu uma máquina que desinfeta pessoas, roupas, produtos e equipamentos e pode ser utilizada de forma simples em empresas e espaços públicos para desinfecção. A chamada Asepsis Machine, uma espécie de cabine,  inativa o vírus da Covid-19. 

O experimento criado pela startup foi testado pela Unicamp para avaliar o índice de eficácia no processo. Em 15 segundos de contato, o vírus foi inativado em 99,99%. Indicada para empresas, estabelecimentos comerciais, espaços como estádios, shoppings, bares, restaurantes, academias, além de ambientes hospitalares, a máquina necessita apenas de uma tomada para funcionar. Com um detector ela identifica quando o indivíduo está dentro, fecha as portas e inicia o processo. São lançados jatos com clorexidina a 1%, por 60 micropontos, para promover rapidamente a esterilização do que estiver em seu interior. 

A máquina tem 93 cm de largura, 2,18 m de altura, 1,70 de comprimento e rodas para facilitar o deslocamento. É feita de inox e vidro temperado e é bivolt, com baixo consumo de energia.  “A máquina surgiu da intenção de unir a engenharia à medicina no combate ao coronavírus”, destaca o engenheiro. A cabne também passou por testes no Hospital Santa Casa de Misericórdia em Goiânia (GO) para desinfecção das equipes de médicos e enfermeiros.

A demonstração de funcionamento pode ser vista neste link.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink