Maranhão ficará livre da febre aftosa, segundo a Aged

Agronegócio

Maranhão ficará livre da febre aftosa, segundo a Aged

Além de vacinar todo o rebanho bovino e bubalino, o criador precisa comprovar a vacinação junto ao Governo do Estado até o dia 7 de julho
Por:
511 acessos

O diretor da Agência Estadual de Defesa Agropecuária (Aged-MA), Luis Augusto Almeida, disse, em entrevista à rádio Mirante AM, que até o último dia 18 de junho, 70% do rebanho maranhense foi vacinado contra a febre aftosa. A vacinação termina hoje (30).

Luis Augusto garantiu que até o dia 8 de julho será divulgado oficialmente os dados da campanha no Maranhão. Ele acredita que o Estado vai atingir a meta de 100% exigida pelo Ministério da Agricultura.

O diretor disse que em 2010 o Maranhão ficará com o 'status' de livre da febre aftosa com vacinação.

A 1ª Etapa da Campanha de Vacinação contra a Febre Aftosa, realizada no período de 1º a 31 de maio, foi prorrogada para até o dia 30 de junho por conta das enchentes que prejudicaram o manejo dos animais e o transporte das vacinas.

Além de vacinar todo o rebanho bovino e bubalino, o criador precisa comprovar a vacinação junto ao Governo do Estado até o dia 7 de julho. Isso pode ser feito com a apresentação da nota fiscal da compra da vacina nos escritórios da Agência Estadual de Defesa Agropecuária (Aged-MA), órgão vinculado à Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima).


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink