Marca de sementes de soja homenageia mulheres do agro
CI
Imagem: Pixabay
RECONHECIMENTO

Marca de sementes de soja homenageia mulheres do agro

Variedades recebem os nomes de Luiza, Elisa, Suzi e Lynda
Por: -Eliza Maliszewski

A presença de mulheres no agronegócio é crescente. Dados oficiais dão conta que elas são responsáveis por 19% das propriedades rurais do país. Porém, pesquisas recentes, como a da Associação Brasileira de Marketing Rural e Agronegócio (ABMRA), mostram que esse número continua subindo, podendo chegar a 30%. 

As mulheres estão presentes no comando de propriedades rurais, de multinacionais do agro, à frente da pasta política mais importante do setor que é o Ministério da Agricultura, conduzindo pesquisas, assessorando tecnicamente a atividade. 

Agora as mulheres do agronegócio recebem uma homenagem por meio do lançamento de uma marca de sementes de soja. A Ellas Genética, da SEEDCORP|HO, foi apresentada, oficialmente, para um grupo de mulheres jornalistas do agronegócio nesta terça-feira (27). Trata-se de uma marca de genética que amplia o banco de germoplasma da empresa e vai seguir características específicas. A logomarca traz traços de feminilidade mas sem o esteriótipo da cor rosa; somente mulheres trabalharão na marca, como é o caso do time de engenheiras agrônomas que conta com três profissionais mas deve ser ampliado.

“Nós decidimos fazer uma homenagem às mulheres do agro. É uma segunda marca, por questões mercadológicas, mas que celebra a força feminina no campo”, diz o diretor de Operações da empresa, Daniel Glat.

São quatro variedades de soja com a tecnologia IPRO, com resistência a nematoide de cisto, tolerância a herbicidas, com sanidade foliar e peso de grão. Elas chegam, inicialmente, para o Brasil Central mas com expectativa de expandir em breve para outras regiões do país. A marca espera alcançar 800 a 900 mil sacas, de 200 mil sementes cada, em 5 anos.

A engenheira agrônoma, responsável pela pesquisa e especialista em melhoramento de plantas, Michele Possobon, destaca que há variedades desde as precoces até mais tardias e um pacote tecnológico que se reflete na produtividade. “A soja movimenta muito recurso e pesquisa, pacotes embutidos contra lagarta, tolerância a herbicidas e para ter potencial cada vez maior. A marca nasce com amplo grupo de maturação, com competitividade para o produtor”, conta.

Na safra 2021/22 quatro representantes receberão duas mil sacas de sementes para multiplicar junto a produtores referência em suas regiões e fundações de pesquisa. São eles: Sementes Bom Jesus (MT), Cereal Ouro (GO), Sinagro (MT) e Cia.Seeds (BA). As variedades foram batizadas com nomes de mulheres. Cada licenciado nomeou uma: Luiza, Elisa, Suzi e Lynda.

O investimento na nova marca, somando divulgação e doação de semente para os produtores testarem neste ano, foi da ordem de R$ 1 milhão. Com isso, juntas, as duas marcas da empresa, HO Genética e Ellas Genética, concentrarão 15% do mercado no Brasil. Há expectativa de que em até três anos a atuação da marca seja ampliada para todo Brasil e também América do Sul.
 
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.