Marfrig contrata para reativar o Extremo Sul

Agronegócio

Marfrig contrata para reativar o Extremo Sul

Operação começará com 50 cabeças/dia e deve chegar a 350 em três semanas
Por:
316 acessos

O grupo Marfrig está com processo de contratação aberto para reativar a unidade do frigorífico Extremo Sul, em Capão do Leão. Segundo a empresa, as operações iniciam-se na segunda-feira com abate de 50 cabeças por dia e serão ampliadas gradativamente, até chegar a 350 cabeças/dia, no prazo de três semanas. Com isso, as contratações, que já passam de cem funcionários, serão mantidas até alcançar o número de 350 pessoas.

Os contatos estão a cargo da unidade do bairro Jardim América do Sistema Nacional de Emprego (Sine), em Capão do Leão. Na primeira semana, foram recebidos 600 cadastros e currículos que, sete dias depois, chegavam a 800, informou a secretária do Sine, Manuela Bica.

Após três meses de negociação, o Marfrig e o Extremo Sul consolidaram, em 31 de julho, o arrendamento da planta por três anos. O faturamento mensal está estimado em R$ 9 milhões. A unidade tem capacidade para abater até 400 cabeças/dia.

Ontem, a Marfrig Alimentos divulgou lucro líquido de R$ 405,039 milhões no segundo trimestre, alta de 510% em relação a 2008.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink