Marfrig reverte prejuízo e lucra R$25,2 mi no 1o tri

Agronegócio

Marfrig reverte prejuízo e lucra R$25,2 mi no 1o tri

A receita líquida totalizou 5,25 bilhões de reais, um aumento de 64,3 por cento em relação ao mesmo período de 2010
Por:
722 acessos
O grupo brasileiro do setor de carnes Marfrig registrou lucro líquido de 25,2 de milhões de reais no primeiro trimestre de 2011, contra prejuízo de 52 milhões no mesmo intervalo do ano passado.

A companhia teve Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) de 337,3 milhões de reais no período, ante 319,2 milhões no primeiro trimestre de 2010, de acordo com nota divulgada nesta segunda-feira.

A receita líquida totalizou 5,25 bilhões de reais, um aumento de 64,3 por cento em relação ao mesmo período do ano anterior, o melhor desempenho em faturamento para primeiros trimestres, "explicado pelos ganhos de market share nas operações bovinos Brasil e Seara, apesar do cenário global desafiador".


A empresa afirmou ainda que as sinergias obtidas após a aquisição da Seara, "os resultados da Keystone, o desempenho na Europa, as medidas de redução de custos e a habilidade de continuar a repassar o aumento dos custos ajudaram a Marfrig a compensar a alta nos preços de grãos e o impacto dos juros acumulados".


"Nossa estratégia agora é garantir que continuaremos a equilibrar os efeitos dos preços de grãos nos preços para clientes, controlar o capital de giro, melhorar o fluxo de caixa e continuar aumentando nossa oferta de produtos de alta qualidade e elaborados", afirmou o presidente e fundador do Marfrig, Marcos Molina, em comunicado.


A divisão Bovinos Brasil (excluindo couro) apresentou receita líquida de 1,12 bilhão de reais no primeiro trimestre, alta de 61,6 por cento ante o mesmo período de 2010.

As operações Internacionais de Bovinos geraram receita de 480,9 milhões de reais, alta de 21,7 por cento em relação ao mesmo período do ano passado, devido à recuperação gradual da demanda nos mercados internacionais e domésticos em que a companhia atua.


As operações de Aves e Suínos Brasil (Nova Seara) apresentaram receita líquida de 1,34 bilhão de reais, crescimento de 13,7 por cento na comparação com o mesmo trimestre de 2010.

As operações Internacionais de Aves e Suínos registraram receita líquida de 1,65 bilhão de reais, aumento de 181,3 por cento na mesma comparação, refletindo a incorporação da Keystone e O'Kane e as operações da companhia na Europa.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink