MDA firma convênios visando cadeia produtiva do biodiesel
CI
Agronegócio

MDA firma convênios visando cadeia produtiva do biodiesel

O convênio prevê capacitar lideranças de organizações de agricultores familiares de todo o País a atuarem na cadeia produtiva do biodiesel
Por: -Sandra

O Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) firmou convênio com a Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag) para capacitar lideranças e técnicos de organizações de agricultores familiares de todo o País a atuarem na cadeia produtiva do biodiesel. Serão investidos no projeto R$ 977 mil, sendo R$ 800 mil pelo MDA. A previsão é de que 3,5 mil pessoas sejam beneficiadas.

De acordo com a coordenadora de Biocombustíveis do MDA, Edna Carmélio, para que ações como essa sejam implementadas, serão realizadas capacitações e estudos. "No que diz respeito a estratégias de agregação de valor, esse convênio prevê estudos de mercado e de viabilidade, levantamento do nível de organização de cooperativas no País e seleção dessas cooperativas, entre outros. É um processo dinâmico, contínuo e crescente", avalia.

A MDA também firmou um convênio com a Cooperativa Agropecuária Mista dos Pequenos Agricultores da Região de Ribeira do Pombal (Cooparp). O projeto que prevê beneficiar 1,2 mil agricultores familiares do Nordeste baiano, coube o repasse de R$ 200 mil, sendo que a cooperativa entrou com contrapartida de R$ 22 mil.

Segundo a coordenadora de Biocombustíveis do MDA, o objetivo deste convênio é apoiar a capacitação e a assistência técnica desses agricultores. A idéia é implantar e difundir tecnologias de manejo sustentável da cultura da mamona na região. Para isso, serão capacitados 60 agentes de desenvolvimento nessa cadeia produtiva, com ênfase na política de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER), gestão de crédito rural e cooperativismo.

O terceiro convênio foi firmado entre o MDA e a Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão (Faepe), em parceria com a Universidade Federal de Lavras (Ufla), em Minas Gerais. Edna Carmélio explica que o objetivo da parceria é auxiliar na avaliação das diferentes escalas de extração de óleo vegetal para identificar quais são as mais viáveis. As informações são da assessoria de imprensa do MDA.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink