Frango

Melhoram as perspectivas no embarque de frangos

Os embarques diários da terceira semana de novembro (12 a 18, quatro dias úteis) subiram 17% em relação à média diária dos sete dias úteis anteriores
Por:
13 acessos

Depois de completarem o primeiro decêndio do mês de forma lenta, as exportações de carne de frango voltaram a apresentar ligeira aceleração. Nada, porém, que impeça se registre em novembro um dos mais fracos resultados do ano.

Os embarques diários da terceira semana de novembro (12 a 18, quatro dias úteis) subiram 17% em relação à média diária dos sete dias úteis anteriores. Com isso, a média/dia dos primeiros onze dias de exportação de novembro ficou em 15,097 mil toneladas, volume 3,16% superior ao registrado um ano atrás.

Mesmo assim, a média até aqui registrada corresponde ao menor índice dos últimos seis meses e tende a fazer com que os embarques totais de novembro – considerado aqui apenas o produto in natura – fiquem em torno das 300 mil toneladas, cerca de 10% menos que no mês anterior.

A registrar, ainda, que a estabilidade de preço apontada pela FAO nos últimos meses recai, também, sobre a carne de frango brasileira. Até aqui, o produto obteve US$1.669,60 por tonelada, valor apenas 0,07% superior ao de outubro passado.

Comparativamente a novembro de 2016, o atual preço é quase 8% superior, desempenho que – mantidas as médias atuais – irá redundar em um aumento de receita da ordem de 11% frente a um volume 3% maior.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink