Melhoramento genético impacta brachiaria

Imagem: Marcel Oliveira

FORRAGEIRAS

Melhoramento genético impacta brachiaria

Empresa dona do maior banco de germoplasma de forrageiras trabalha no aperfeiçoamento
Por: -Eliza Maliszewski
497 acessos

A brachiaria é uma das principais forrageiras plantadas no país, espalhada por cerca de 80% de todas pastagens brasileiras. É utilizada na alimentação para o gado, melhora a sanidade do solo e traz ganho de produtividade para outras culturas, principalmente grãos.

Hoje existem em torno de 100 espécies de Brachiarias. No Brasil, são usadas quatro principais: Brachiaria brizantha, Brachiaria ruziziensis, Brachiaria decumbens e Brachiaria humidicola, todas elas com origem no continente africano.

Com foco em incrementar a produtividade e a sustentabilidade dos sistemas de produção agropecuários tropicais, a Barenburg do Brasil aposta em inovação e na oferta de produtos e serviços de alta qualidade no mercado. A empresa possui um dos maiores bancos de germoplasma de forrageiras tropicais do mundo e trabalha em melhoramento genético, produção e tratamento de sementes forrageiras.

Como funciona

O Programa é dividido em três fases: a de melhoramento genético propriamente dito, a de VCU (Ensaio de Valor, Cultivo e Uso) e a de desenvolvimento tecnológico. Assim, os trabalhos são realizados desde a etapa de cruzamento até a validação regional dos resultados em campo. 

No Brasil a empresa investe no desenvolvimento de cultivares de Brachiaria (com germoplasma próprio) para atender aos pecuaristas e agricultores brasileiros, aplicando os conhecimentos e tecnologias nacionais e internacionais.

“Ainda temos muitos desafios, pois são espécies que ainda estão no processo de domesticação pelo homem. Mas estamos avançando muito na seleção de plantas superiores que atendam as demandas do mercado”, explica Ulisses Figueiredo, Líder do Programa e Melhorista.
 
Novos Cultivares de Brachiaria

A partir da demanda do setor produtivo foram desenvolvidas as cultivares  Sabiá e Cayana. Ambas apresentam alta produção de massa seca total e uma ótima produção de massa seca de lâmina foliar, que resulta uma maior taxa de lotação de animais por área. 

As variedades foram testados em diversas regiões do país, com diferentes condições de clima e solo. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink