Milho

Menos milho na primeira safra, diz levantamento da Conab

A cultura deverá perder espaço para a soja na primeira safra
Por:
218 acessos

O segundo levantamento da safra brasileira de grãos 2017/2018, divulgado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) no dia 9/11, confirmou a tendência de redução da área para o milho primeira safra (safra de verão) que havia sido reportada no primeiro levantamento.

A expectativa para o milho de primeira safra é de redução da área entre 7,5% e 11,5 %, ou seja, entre 409,6 mil e 631,6 mil hectares a menos, em relação à safra anterior.

A cultura deverá perder espaço para a soja na primeira safra, em função da menor liquidez e rentabilidade frente à oleaginosa.

Com isso, a produção deverá ser entre 15,0% e 19,7% menor em 2017/2018, frente o ciclo anterior. Estão previstas entre 24,5 milhões e 25,9 milhões de toneladas na primeira safra deste ciclo.

Com relação à produtividade do milho, a estimativa também é de redução (8,7%), devido, principalmente, às incertezas climáticas. Apesar disso, a produtividade esperada é a segunda melhor no período entre 2003/2004 e 2017/2018.

Já para os estoques finais do cereal, é aguardado um volume recorde de aproximadamente 24,1 milhões de toneladas, contra 19,2 milhões e 6,9 milhões de toneladas da safra 2016/2017 e 2015/2016, respectivamente.

A menor produção e produtividade previstas para a safra de verão são fatores de sustentação das cotações até o começo de 2018.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink