Mercado da soja dá uma parada: CONFIRA
CI
Imagem: Marcel Oliveira
PREÇOS

Mercado da soja dá uma parada: CONFIRA

Já o Paraná marcou altas de 1,16% no interior
Por: -Leonardo Gottems

O mercado da soja do estado do Rio Grande do Sul voltou a perder força no pré-feriado de Tiradentes, com os preços da oleaginosa caindo cerca de um real cada saca de 60 kg, segundo as informações da TF Agroeconômica. “Colheita seguiu de forma muito intensa, mas com a chuva de amanhã, deve parar. Dados divulgados pela Emater indicam que a colheita já chegou em 55%, o que explica algumas variações de preços no Estado, como será abordado a seguir. Ademais os rendimentos estão em linha com as expectativas, a safra apontada é de 9,5 MT, quebra bem expressiva”, comenta.

“No interior os preços passam por quedas gerais por todo o interior de Rio Grande do Sul, isso se deve em especial ao aumento da soja disponível, dadas as condições de que as fábricas estão abastecidas e que a soja disponível apenas aumenta a pressão por vendas, causando, assim, quedas nos preços. Ijuí foi a -0,52%, valor equivalente a R$ 1,00/saca e parou no preço de R$ 192,00, Cruz Alta e Santa Rosa perderam de forma igual percentualmente e acabaram na mesma posição, a R$ 192,00”, completa.

Em Santa Catarina o preço do porto até subiu, mas as vendas continuaram lentas. “Preços sobem de forma bastante clara, de acordo com as variações do dia: dólar caiu 1,02% e Chicago subiu 1,75%. Além disso os negócios seguem bastante fracos. Ademais, analistas da região dizem que o foco está no campo, após período marcado por chuvas a colheita retornou com força”, comenta a consultoria.

Já o Paraná marcou altas de 1,16% no interior. “Fala-se há semanas de como o mercado atual se mantém bastante especulativo e que, portanto, não há sempre fundamentação para as movimentações ocorridas, mas hoje o mercado foi feito pela dinâmica internacional: dólar caiu bem, mas Chicago mais do que compensando empurrou os preços para cima”, indica.

“Ponta Grossa, como de costume, por ser mais estreitamente relacionado com as exportações e estar sempre relacionado ao porto passa por um dia também sem mudanças. O aumento da soja disponível e falta de demanda atua com força negativa nessas posições. Quanto às bases de Cascavel, Maringá e Pato Branco, a melhora nos preços foi semelhante em 1,16%, valor equivalente a R$ 2,00/saca. Ademais, o fluxo de vendas segue muito fraco, foco no campo”, conclui.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.