Mercado de Commodities
CI
Agronegócio

Mercado de Commodities

por Gilda M. Bozza, economista DTE/FAEP
Por:
por Gilda M. Bozza, economista DTE/FAEP

Nesta terça-feira, na Bolsa de Chicago, os preços operaram mistos, indicando volatilidade.  No caso da soja, o grão encerrou o pregão em alta para os contratos mais próximos, alavancados pela escassez da oferta de soja norte-americana. O relatório de plantio dos Estados Unidos, divulgado pelo USDA apontou que o plantio do milho avançou para 28% e o da soja está em 6%. De acordo com dados, os índices normais à época seriam de 65% e 24%, respectivamente, para o milho e a soja.


No mercado da soja, os futuros para maio/13 fecharam a US$ 33,61 por saca, equivalente a R$ 67,92 por saca.  Já os contratos para julho foram negociados a US$ 31,19 por saca ((R$ 63,03/saca).

No mercado do milho, o dia foi de recuo, haja vista a realização de lucros, com os contratos para maio/13 cotados a US$ 16,69 por saca (R$ 33,73 por saca).  Os contratos para setembro/13 fecharam a US$ 13,45 por saca (R$ 27,18 por saca).

Quanto ao mercado do trigo, o desempenho foi de estabilidade com os contratos julho/13 negociados a US$ 15,65 por saca (R$ 31,62 por saca).  Para setembro, indicação de US$ 15,83 por saca (R$ 31,99/saca).

No mercado paranaense, o preço médio da soja apurado pela SEAB foi de R$ 52,69 por saca.  Para o milho a média estadual ficou em R$ 19,46 por saca.  No trigo, mercado lento, com preços estabilizados em R$ 38,97 por saca.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.