Mercado do boi gordo continua pressionado pela demanda
CI
Agronegócio

Mercado do boi gordo continua pressionado pela demanda

Existe pressão de baixa por parte dos frigoríficos paulistas, mas o preço referência está estável
Por:
Mercado do boi gordo com poucos negócios ontem, segunda-feira.

Existe pressão de baixa por parte dos frigoríficos paulistas, mas o preço referência está estável.

Boa parte das indústrias não abaterá na próxima segunda-feira. As escalas atendem cerca de quatro a cinco dias.

As empresas do estado compram nas praças vizinhas, principalmente no Mato Grosso do Sul e em Goiás, regiões onde a oferta está melhor.

Mesmo com as compras de frigoríficos paulistas colaborando com a demanda, a cotação do boi gordo recuou na região Sul de Goiás.

Segundo levantamento da Scot Consultoria, os negócios nesta praça ocorrem em R$89,50/@, à vista, livre de imposto, valor 10,5% menor que o de 30 dias atrás.

Em uma média das 31 praças pesquisadas, o recuo nos últimos 30 dias foi de 5,0% para as cotações do boi gordo.

No mercado atacadista os preços estão estáveis e as empresas apuram as vendas do final de semana, para então se posicionarem. A demanda não tem sido boa, considerando o período.



Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.