Mercado firme, mesmo com o aumento da oferta de animais de cocho
CI
Agronegócio

Mercado firme, mesmo com o aumento da oferta de animais de cocho

Os frigoríficos resistem em pagar mais pela arroba do boi gordo
Por:
Por Alex Santos Lopes da Silva

O mercado do boi segue firme e andando de lado.

Os frigoríficos resistem em pagar mais pela arroba do boi gordo, mas as ofertas seguem reguladas, apesar da ligeira melhora no Centro-Sul.

A oferta de animais de cocho tem crescido, comportamento considerado normal, já que a tendência é de maior disponibilidade, à medida que se aproxima outubro.

Além disso, as chuvas dos últimos dias têm acelerado a saída dos animais de confinamento.

As programações de abate variam muito em São Paulo. Existem frigoríficos com animais comprados a termo, que preenchem as escalas até final de outubro, mas, ainda assim, fazem compras pontuais para completar as falhas nas programações em alguns dias. Estes pressionam o mercado.

Segundo levantamento da Scot Consultoria, as ofertas de compra no estado variam de R$94,00/@ a R$98,00/@ à vista.

No norte do país, a presença reduzida de confinamentos deixa a oferta ainda menor que no Centro-Sul.

No mercado atacadista de carne bovina, as vendas não conseguem impor reajustes nos cortes e os preços seguem estáveis.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink