Micro-organismos terão papel transcendental contra mudanças climáticas

AGRICULTURA

Micro-organismos terão papel transcendental contra mudanças climáticas

Biofórmulas são nova alternativa contra estresse nas plantas
Por: -Leonardo Gottems
563 acessos

Os micro-organismos se tornaram aliados fundamentais das plantas ao combater os efeitos das mudanças climáticas e outros estresses abióticos. Biofórmulas com base microbial e sua efetiva aplicação estão se constituindo em uma nova alternativa tecnológica e lucrativa que é comprometida com o meio ambiente.

Os micro-organismos são suscetíveis a colonizar o solo de forma natural, e constituem uma parte importante dos solos colonizados. Com um número maior de micro-organismos e diversidade maior, os solos serão mais saudáveis. Os micro-organismos são envolvidos na decomposição de matéria orgânica e nutrientes de solubilização, disponibilizando às plantas e contribuindo fortemente para a nutrição. Segundo Noemí Herrero, diretora de pesquisa e desenvolvimento do Grupo Agrotecnologia, é essencial entender o diálogo entre a planta e o micro-organismo no qual geram tolerância contra o estresse abiótico.

Por outro lado, considerando os mecanismos de ação, é impossível generalizar falando sobre um mecanismo único no qual os micro-organismos induzem à tolerância a vários estresses abióticos na planta. Mesmo entre espécies similares os mecanismos não são os mesmos. Em muitos casos, é conhecido que muitas espécies de micro-organismos são capaz de induzir tolerâncias, ainda que o mecanismo no qual esses resultados são alcançados é ainda desconhecido. A maioria dos estresses abióticos afetam as plantas em vários níveis. O estresse é associado com a produção das espécies de oxigênios reativos e afetarão negativamente a planta, produzindo dano celular, toxidade metabólica, inibição de fotossíntese e mudanças nos níveis hormonais.

O peso da formulação na produção de bioestimulantes com base microbial é relevante. Os avanços mais recentes neste campo feitos com a tecnologia desenvolvida nesta linha se adaptam sem muitas mudanças contra qualquer mudança de qualquer tipo de estirpe microbial. Os bioformulados variam de acordo com o tipo de transportado usado na preparação, pode ser sólido ou líquido e pode incluir osmoprotetores, agentes aderentes, que asseguram a qualidade de inoculantes microbiais, que estarão no número de células viáveis presentes no micro-organismo.

Para enfrentar os novos desafios da agricultura moderna, além da geração de resistência de plantas ao estresse abiótico, o grupo Agrotecnología está investindo uma grande quantidade de recursos econômicos para a criação de bioestimulantes com uma base microbial para proteger os cultivos contra a falta de água, salinidade e outros estresses abióticos. Um dos principais desafios do sucesso final da aplicação de bioestimulantes além de escolher e conseguir a bioformulação certa, como indicado pelo diretor de pesquisa e desenvolvimento do grupo Agrotecnología é “conseguir a melhor aplicação ao campo através de um método adequado sem importar se é sólido ou líquido ou se é aplicado diretamente ao solo e a planta ou não”.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink