Milho argentino podia ser quase R$ 10/s mais barato
CI
Imagem: Leonardo Gottems
COVID-19

Milho argentino podia ser quase R$ 10/s mais barato

Também o milho paraguaio seria muito competitivo no Rio Grande do Sul
Por: -Leonardo Gottems

Na avaliação da equipe de analistas da TF Agroeconômica, o milho importado poderia ser mais competitivo não fossem os problemas de aduana. Segundo os cálculos dos técnicos, o milho argentino chegaria aos compradores gaúchos ao redor de R$ 56,33/saca, contra a média de R$ 65,00/saca pagos atualmente.

“Também o milho paraguaio seria muito competitivo no Rio Grande do Sul, se forem resolvidos os problemas de aduana (atrasos na liberação devido à Covid-19). O milho chegaria ao RS ao redor de R$ 65,17, contra a média Cepea de preços do milho em Santa Rosa manteve-se em R$ 67,80/saca nesta sexta-feira e elevou as médias de Passo Fundo para R$ 65,68 e Ijuí, para R$ 66,31/saca. A pesquisa Cepea é feita diariamente com fornecedores e compradores em várias regiões do país”, explicam os analistas da TF Agroeconômica.

Ainda de acordo com os especialistas, a escassez desta matéria-prima continua provocando forte pressão de alta nos preços, exigindo dos compradores uma estratégia extra para conseguir mantê-los dentro dos seus padrões de lucro. Nesta semana o preço se manteve em Ibirubá a R$ 66,00, mas subiu para R$ 67,80 em Santa Rosa, segundo Cepea.

“Negócios na maioria das praças acontecendo ao redor de R$ 65,00/saca para outubro, que também é o preço médio do milho comprado no Mato Grosso. E com as pesquisas mostrando que a área poderá diminuir para a próxima temporada, a tendência é a de os preços se manterem firmes também para a próxima safra de verão, embora, talvez, não nos mesmos patamares, mas ainda muito lucrativos. O preço de exportação recuou R$ 0,50/saca para R$ 67,00 no porto gaúcho de Rio Grande, para embarque em fevereiro 21 e pagamento em março”, conclui a TF.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink