Milho caiu: SERÁ QUE PREOCUPA?
CI
Imagem: Divulgação
MERCADO

Milho caiu: SERÁ QUE PREOCUPA?

Já o Paraná viu um volume significativo de negócios nesta segunda-feira
Por: -Leonardo Gottems

Os preços do milho recuaram R$ 3,00/saca no estado do Rio Grande do Sul, com a chegada de caminhões do Centro-Oeste do país, de acordo com informações divulgadas pela TF Agroeconômica. “Preços indicados por compradores, voltaram a piorar, R$ 92,00 CIF Ijuí, Frederico e Santa Rosa, R$ 95,00 Marau, R$ 96,00 Arroio do Meio. As ofertas no mercado local registram que os vendedores ainda estão em R$ 94,00 e R$ 95,00 FOB interior, ou seja, só se viabilizam, quando muito próximas dos pontos de consumo. Preços do Balcão, em Panambi, mantiveram-se em R$ 82,00 ao produtor”, comenta.

Santa Catarina teve um dia marcado por compradores recebendo lotes fechados antes da colheita e do Centro-Oeste. “O mercado já não estava com grande movimentação. Com as novas quedas de Chicago, Be e do dólar, os compradores baixaram ainda mais os preços e os vendedores locais se ausentaram. No porto de São Francisco do Sul compradores recuaram mais R$ 2,00/saca para R$ 88,00 e, em Imbituba, ao redor de R$ 92-93,00. Mas, os vendedores não se mexeram. Continuam pensando nos mesmos níveis de antes, próximos a R$ 98,00 FOB e nada acontece”, completa.

Já o Paraná viu um volume significativo de negócios nesta segunda-feira. “Rumores de que as cooperativas fizeram um grande volume de negócios nesta segunda-feira, mas pediram sigilo e não podemos divulgar os detalhes. Em Guarapuava houve alguns pequenos negócios, que totalizaram 2.000tons, à vista a R$ 88,00. Houve ofertas de 3.000 tons, no Oeste do estado, de milho paraguaio a US$ 265, com compradores contra-oferecendo US$ 255”, indica.

“Exportação teve negócio de 5.000 tons em Paranaguá a preços entre R$ 90-91,00/saca comentrega em agosto e pagamento no final do mesmo mês.Mas, de um modo geral, os preços da exportação foram menores do que os do mercado interno nesta segunda-feira, diante das fortes queda acumuladas de Chicago e do dólar”, conclui.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.