Milho é o produto com maior queda de preço em SP


Agronegócio

Milho é o produto com maior queda de preço em SP

Por: -Admin
1 acessos

O milho mais uma vez foi o produto que obteve a maior queda no Índice de Preços Recebidos pelos agricultores paulistas (IPR). O grão teve uma redução de 8,84% na terceira quadrissemana de fevereiro, acompanhando o quadro de queda do produto em função de estar em plena safra. O IPR da quadrissemana teve um incremento de 3,71%, mas houve uma redução de 2,44 pontos percentuais em relação à quadrissemana anterior.

O produto que obteve a maior alta foi o tomate, com 59,57%, em função das chuvas que prejudicaram a colheita no mês de janeiro e também por estar na entressafra. Um dos destaques da terceira quadrissemana de fevereiro foi o preço do boi-gordo, que vem se mantendo no mesmo nível desde novembro de 2002. Os efeitos das estiagens do segundo semestre do ano passado, que atrasaram a entrada da nova safra, e a manutenção de uma taxa de câmbio na faixa de R$ 3,60 por dólar são os fatores que estão dando esta sustentação aos preços do produto.

Entre os produtos de origem vegetal, o aumento nos preços dos subgrupos de frutas e olerícolas, apesar da retração nos preços dos grãos, fez com que o preço do grupo tivesse alta de 3,19%. Já no segmento animal, a majoração nas cotações de boi-gordo, ovos, aves e suínos elevou o preço do grupo em 4,77%. O resultado foi o crescimento de 3,71% no índice geral (IPR). Apesar da alta do IPR nas duas últimas quadrissemanas, o crescimento no acumulado de fevereiro atingiu apenas 0,63%, indicando que poderá ficar próximo de 1% no mês.

Dos 19 produtos analisados, 15 apresentaram crescimento nos preços (algodão, amendoim, arroz, batata, café, cana-de-açúcar, cebola, feijão, laranja, tomate, trigo, aves, boi-gordo, ovos e suínos), enquanto três tiveram reduções (banana, milho e soja). O leite foi o único produto que se manteve estável no período.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink