Agronegócio

Milho resistente da Monsanto apresenta melhores resultados

Testes realizados nos EUA indicam que a tecnologia Bt da Monsanto, apresenta resultados superiores aos similares
Por: -Redação
2 acessos

Testes de campo realizados no Cinturão do Milho, nos Estados Unidos, durante a safra de 2006, indicam que a tecnologia Bt da Monsanto, que confere resistência a insetos-pragas, apresenta resultados superiores, quando comparada a outras tecnologias existentes no mercado. As mais de 600 avaliações coordenadas pela empresa levaram em conta a qualidade genética dos híbridos, aliada às diferentes tecnologias de proteção contra insetos-pragas, os danos causados pelos ataques às lavouras e a produtividade gerada pelas sementes.

Duas tecnologias Bt conhecidas como YieldGard® Rootworm e YieldGard® Plus, que protegem o milho contra a lagarta da raiz que oferece proteção contra essa praga, aliadas à resistência contra a lagarta do cartucho, da lagarta da espiga e da broca do colmo, foram testadas em comparação a tecnologias similares desenvolvidos por outras empresas. O milho resistente a insetos-pragas (Bt) tem inserido em seu código genético um gene da proteína do Bacillus thuringiensis, uma bactéria encontrada naturalmente no solo, que possui ação inseticida.

Quando comparado com híbridos convencionais que recebem a aplicação de inseticidas, o milho Bt produz, em média, 36 bushels a mais por hectare, em 84% dos testes realizados. Em testes de comparação direta com híbridos geneticamente modificados de empresas concorrentes, o sistema de cultivo da Monsanto apresentou resultados superiores em 77,9% dos testes, tanto em relação à tecnologia quanto ao germoplasma, característica genética da semente.

Os híbridos com as características combinadas de resistência à lagarta da raiz com as pragas que atacam o colmo e espiga apresentaram maior produtividade, cerca de 28,42 bushels a mais por hectare. Em 23% dos ensaios analisados, o milho resistente à lagarta da raiz rendeu 29,9 bushels a mais por hectare que a tecnologia.

Por permitir menor aplicação de inseticidas, com significativa diminuição nos custos da produção, a tecnologia de resistência a insetos-pragas da Monsanto reduz os danos causados ao meio ambiente e os gastos com o controle sanitário do produto. As informações são da assessoria de imprensa da Monsanto.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink