MERCADO

Milho sobe, mas ainda não recupera perdas

Pouca confirmação de negócios no mercado fisico
Por: -Leonardo Gottems
271 acessos

O Índice Cepea da BMF para o milho voltou ao positivo nesta segunda-feira (19.03) mas subiu apenas 0,12%, contra quedas de 2,03% na última sexta-feira e de 1,48% na quinta-feira da semana passada. Com isso, aponta a T&F Consultoria Agroeconômica, o cereal não recuperou as perdas das duas últimas sessões.

“A semana começa com a saca de milho pressionada, mas com pouca confirmação de negócios no mercado fisico. Na última quinta e sexta-feira (16), intermediários e silos iniciaram um movimento de vendas dos estoques, dado o elevado nível de preços e dos possíveis leilões da Conab”, explica o analista Luiz Fernando Pacheco.

Prevendo uma boa oportunidade, o especialista aponta que os compradores saíram dos negócios e voltaram a testar referências menores para o milho diferido. O fato tirou a forte sustentação de preços e, inclusive, criou uma tendência baixista. Todavia, a pressão, ao menos no curto prazo, não parece assustar os produtores. Estes continuam retraídos, reduzindo o fluxo de negócios ao mínimo possível. 

De acordo com ele, a ponta vendedora está apoiada na baixa disponibilidade de milho tributado, do atraso de colheita e dos bons preços pagos pela soja. Muitos se apoiam também no mercado do clima e principalmente do acompanhamento da safra argentina. A disputa por preços é acirrada e o desenvolvimento das colheitas neste final de março podem definir novas tendências. 

O índice Cepea para a BMF subiu 0,12% para R$ 41,50/saca, contra R$ 42,28 da última quinta-feira e o índice Cepea para Campinas subiu 0,82% para R$ 40,79/saca, contra R$ 41,30 da última quinta-feira.  A movimentação nos portos brasileiros continua direcionada ao escoamento da soja. Para março, a soma dos lineup’s de todos os portos é de 0,30 MT (estável) para o milho e 11,40 MT (-0,09) para a oleaginosa.
 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink