Milho tem segunda queda consecutiva

PREÇOS

Milho tem segunda queda consecutiva

“A comercialização de milho no mercado físico brasileiro continuou pontual nesta quarta-feira"
Por: -Leonardo Gottems
612 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente

A pesquisa diária do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) indicou que o mercado brasileiro do milho registrou a sua segunda queda consecutiva nesta quarta-feira (26.12). De acordo com o especialista Luiz Fernando Pacheco, analista da T&F Consultoria Agroeconômica, a pesquisa registrou queda de 0,52% nos preços médios de Campinas, fixando-os em R$ 37,79 e reduzindo a alta mensal de dezembro para 2,86%. 

“A comercialização de milho no mercado físico brasileiro continuou pontual nesta quarta-feira, após o Natal. O clima seco em diversas regiões produtoras do País vem afastando produtores, tanto do cereal de verão, que começará a ser colhido em breve, como da safrinha de 2019, cuja produção pode variar a depender do desenvolvimento das lavouras de soja”, comentou o especialista. 

Segundo Pacheco, outro fator que desestimula as negociações tanto por parte de compradores como vendedores é o tabelamento do preço mínimo para o transporte rodoviário de cargas e a imposição de multas pelo não cumprimento das regras. Ele afirma que também faltam caminhões para transportar volumes porque muitos caminhoneiros retornaram para casa para passar as festas de fim de ano com a família. 

“Boa parte das empresas permanece fechada hoje, retornando às atividades somente a partir de amanhã (27). Saem negócios apenas quando há grande necessidade de compra ou venda. Foi o que aconteceu na segunda-feira, 24, véspera de Natal. Um negócio pequeno de milho da temporada 2017/18, envolvendo 180 toneladas, foi fechado por R$ 37/saca FOB para embarque imediato na região de Passo Fundo (RS) e pagamento em 30 dias”, conclui.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink