Ministério da Agricultura adota regras para controle da peste suína
CME MILHO (DEZ/20) US$ 3,782 (-0,26%)
| Dólar (compra) R$ 5,38 (2,78%)


Agronegócio

Ministério da Agricultura adota regras para controle da peste suína

Por:
0 acessos

Como medida preventiva para o controle da “Peste Suína Clássica” (PSC), o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento publicou, no Diário Oficial da União (27-04), a Instrução Normativa nº 27 criando um novo plano de contingência para o controle e erradicação da peste suína clássica.

O programa prevê ações de caráter preventivo, normativo e emergencial. Segundo o vice-coordenador do Programa Nacional de Sanidade Suína, Ted Renan Sanchez, o plano cumpre exigências internacionais e dão um detalhamento maior às medidas adotadas anteriormente pelo Mapa.

“O objetivo é melhorar o sistema de sanidade suína”, afirma Sanchez. As medidas incluem também instruções em relação a constatações de foco da doença, matadouros, laboratórios oficiais, quarentena, sacrifício sanitário, serviço veterinário oficial e interdição. A intenção do governo com as novas normas é evitar que a doença entre no país.

A peste suína clássica é transmitida através de secreções, excreções, sêmen e sangue, e também por contato direto entre os animais. O mal, que é fatal em animais jovens, afeta suínos de todas faixas etárias. Entre os sintomas estão febre alta, fraqueza, vômito, perda de apetite, manchas arroxeadas e aborto. No Brasil, o surto da peste foi controlado por meio de vacinação na década de 70.

A lista de normas para o controle da peste clássica suína se encontra, na íntegra, no anexo da Instrução Normativa, disponível no sítio www.agricultura.gov.br na seção “Legislação”.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink