Ministério da Agricultura lança amanhã na AveSui 2003 câmara setorial da cadeia produtiva de milho


Agronegócio

Ministério da Agricultura lança amanhã na AveSui 2003 câmara setorial da cadeia produtiva de milho

Por:
1 acessos

Está marcada para amanhã (14-05), às 9h, durante a AveSui (Feira da Indústria Latino-Americana de Aves e Suínos), no Centro de Convenções de Florianópolis, Santa Catarina, a instalação da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Milho e Sorgo, Aves e Suínos. Vinculado ao Conselho do Agronegócio, o órgão vai reunir entidades das cadeias de produção de carnes e de ovos, além de representantes dos ministérios da Agricultura, do Meio Ambiente, da Fazenda e do Desenvolvimento Agrário e da Secretaria de Segurança Alimentar e Combate à Fome.

"O objetivo da câmara setorial é buscar o equilíbrio da cadeia, discutindo e apresentando soluções para alguns problemas crônicos do setor, como o do abastecimento de milho, insumo básico para a produção de carnes e de ovos", afirma o secretário executivo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), engenheiro agrônomo José Amauri Dimarzio.

Segundo o secretário-executivo, a avicultura e a suinocultura são setores estratégicos para o país. Além de prover o mercado interno com proteínas de boa qualidade e de baixo custo, vêm contribuindo para o crescimento das exportações brasileiras. Em 2002, as vendas externas de carnes de aves e de suínos bateram novo recorde, somando cerca de US$ 2 bilhões.

Para o lançamento da nova câmara setorial, o Ministério da Agricultura escolheu a AveSui, feira que acontece entre 14 e 16 de maio, em Florianópolis, com a presença de produtores, indústrias e lideranças dos setores de avicultura e suinocultura. De acordo com a Gessulli Agribusiness, promotora do evento, cerca de 200 empresas dos segmentos de nutrição, genética, equipamentos, saúde animal, serviços e processamento participam da feira. O Mapa montou um estande, onde vai apresentar produtos do agronegócio brasileiro.

Programação

Qualidade da carne suína e de aves, padronização de cortes para o mercado internacional e rastreabilidade são os principais temas dos seminários de Aves e de Suínos da AveSui, realizados paralelamente à exposição, como reflexo da forte expansão da avicultura e da suinocultura lá fora.

Um dos painéis, conduzido por Rui Vargas, diretor do Dipoa (Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal), vai abordar as normas do Ministério da Agricultura para os chamados "ovos especiais". O Ministério determinou recentemente a suspensão da vendas de ovos que contenham na embalagem as expressões "ovo light" ou "colesterol reduzido".


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink