Agronegócio

Ministro encerra seminário sobre café em Minas Gerais

Na tarde do dia, 27 de setembro, o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Andrade, encerrou o 21° Seminário do Café da Região do Cerrado Mineiro, em Patrocínio (MG)
Por:
948 acessos
O ministro falou sobre as medidas para setor anunciadas este ano. Em agosto, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) anunciou a maior oferta de recursos da história do café. Foram R$ 5,8 bilhões para a cadeia produtiva do café, abrangendo 13 milhões de sacas de 60 quilos. Além disso, estão previstos R$ 3,16 bilhões pelas linhas de financiamento do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé) e mais R$ 1 bilhão disponibilizado pelo Banco do Brasil para estocagem e aquisição de café.


“No ano passado tivemos uma boa safra, com mais de 50 milhões de sacas de café. Neste ano foram 47,5 milhões de sacas. No ano que vem acreditamos que será a média destes dois anos, em torno de 50 milhões. Em 2015, devemos ter uma produção menor e, com isso, o preço do café vai aumentar”, explicou Andrade durante o encerramento.

O Seminário é um dos grandes eventos do setor e neste ano reuniu 54 expositores, além de produtores nacionais e internacionais interessados na troca de experiências, informações e negócios.

O cerrado mineiro é uma região produtora de cafés diferenciados, como arábica e robusta, composta por 55 municípios localizados no noroeste de Minas Gerais. Cerca de 4,5 mil produtores de café estão no local com uma produção anual de 5 milhões de sacas.


Para este ano, a estimativa de safra para o café arábica é de 36,66 milhões de sacas e para o robusta é de 10,87 milhões de sacas. Resultando em um total de 47,54 milhões de sacas com uma produtividade de 23,66 sacas por hectare.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink