Ministro Ronaldo Nogueira convoca os gaúchos a se unirem no combate ao mosquito Aedes aegypti

Agronegócio

Ministro Ronaldo Nogueira convoca os gaúchos a se unirem no combate ao mosquito Aedes aegypti

Ele participou, nesta sexta-feira (2), do Dia Nacional de Combate ao Mosquito, em Porto Alegre
Por:
528 acessos

Ele participou, nesta sexta-feira (2), do Dia Nacional de Combate ao Mosquito, em Porto Alegre
 
A importância do envolvimento de toda a sociedade no esforço para eliminar os focos do mosquito Aedes aegypti. Esse foi o destaque do ministro Ronaldo Nogueira na abertura do Dia Nacional de Combate ao Mosquito, em Porto Alegre (RS), nesta sexta-feira (2). Ele lembrou que sem o empenho de todos – órgãos públicos, escolas, entidades, agentes de saúde e a população em geral – não será possível acabar o inseto causador da dengue, zika e chikungunya.  “É uma guerra que precisa ser vencida por todos os brasileiros”, destacou.
 
Ronaldo falou do empenho do governo federal na elaboração de ações, campanhas de conscientização e pesquisas e para banir o mosquito. Lembrou ainda que as Forças Armadas estão entrando no esforço coletivo de alerta à população e que as equipes de saúde estão sendo preparadas para atender as pessoas. “O governo federal tem feito a sua parte. Os investimentos foram potencializados. Comparando 2016 com 2015, houve um aporte de mais de R$ 580 milhões. E agora essa iniciativa de promover essa campanha para unir toda a sociedade”, acrescentou.
 
O governador gaúcho José Ivo Sartori falou do quanto essa campanha de mobilização é fundamental e lembrou que o estado é parceiro nos estudos que têm sido realizados para o combate aos vírus transmitidos pelo Aedes. “A nossa estrutura do Rio Grande do Sul é muito forte. Foi por isso que o Centro Clínico do Hospital São Lucas foi um dos escolhidos para as pesquisas de desenvolvimento de uma vacina para a dengue”, contou, ao referir-se à pesquisa que vem sendo desenvolvida pelo Instituto Butantan.  
 
O Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa) de 2016, realizado pelo Ministério da Saúde, em conjunto com os municípios, aponta que nove cidades encontram-se em situação de alerta ou risco de surto de dengue, chikungunya e zika no Rio Grande do Sul. Desse total, o município de Salvador das Missões está em risco. Outros oito aparecem em alerta e 213 estão em situação satisfatória. 
 
Você pode acompanhar todas as informações sobre dengue, chikungunya e zika aqui: http://combateaedes.saude.gov.br/pt/


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink