Missão ao Chile reforça exportações de carnes

Agronegócio

Missão ao Chile reforça exportações de carnes

Missão comercial visa reforçar a presença das carnes bovina, suína e de aves naquele país
Por: -Eline Santos
1627 acessos

Para incentivar o aumento das exportações de carnes ao Chile, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) promove missão comercial, entre os dias 17 e 19 de novembro, a Santiago. O foco é reforçar a presença das carnes bovina, suína e de aves naquele país e inserir novos produtos brasileiros. Representantes de 10 empresas integram a delegação.

O Chile, nos últimos anos, passou por grande abertura comercial, sendo hoje, segundo a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econîomico (OCDE), um dos países com maior facilidade para a concretização de negócios. O Brasil, como membro do Mercosul, tem preferências tarifárias, fazendo com que as exportações agrícolas acessem aquele mercado sem a cobrança de imposto de importação. A coordenadora-geral de Ações no Mercado Externo do Ministério da Agricultura, Telma Gondo, ressalta que, apesar desses fatores, a participação das exportações agrícolas brasileiras, no total das importações agrícolas do Chile foi de 5,86% no ano passado, patamar consideravelmente inferior aos 21,7% que o Brasil obteve na Argentina e aos 16,2%, na Venezuela.

“Esses fatos credenciam esta missão de imagem e promoção comercial com necessária e oportuna”, enfatiza. Além de quatro entidades exportadoras de carnes, seis empresas representam os setores de bebidas, alimentos congelados e condimentos. O governo de Minas Gerais também estará presente, por meio da agência de incentivo às exportações (ExportaMinas).

A programação inclui um seminário sobre o mercado local, rodadas de negócios e visitas técnicas a supermercados e centros de distribuição, com o objetivo de identificar a concorrência, níveis de preço, formas de consumo e contato com exportadores. Está prevista, ainda, a realização de evento gourmet, com a degustação de produtos brasileiros para empresários, compradores, formadores de opinião, chefs de importantes restaurantes locais e autoridades governamentais daquele país.

Exportações - O Chile ocupa a 33ª posição no ranking internacional de vendas do Brasil. Entre janeiro e outubro de 2010, a receita dos embarques agropecuários foi de US$ 410,2 mil. Na comparação com o mesmo período do ano passado, houve aumento de 55% no valor exportado. Este ano, a pauta é liderada pelos produtos florestais (US$ 125 mil), seguida pelas carnes (US$ 99,17 mil). Nessas proteínas, o destaque é para a carne bovina in natura (US$ 61,35 mil).

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink