Modelagem matemática pode ajudar a salvar a banana
CI
Imagem: Divulgação
TECNOLOGIA

Modelagem matemática pode ajudar a salvar a banana

As medidas de inspeção atuais de biossegurança são caras e demoradas.
Por: -Leonardo Gottems

Pesquisadores da Austrália estão tentando usar a modelagem matemática para tentar erradicar o vírus do topo da banana (BBTV), que está sendo muito prejudicial para a produção local e também em outros países. A BBTV não pode ser curada e as plantas infectadas devem ser destruídas.

Sendo assim, os pesquisadores do QUT desenvolveram um modelo que rastreou a probabilidade de uma bananeira ser infectada por pulgões que carregam a doença, com os resultados publicados na PLOS Computational Biology. Os pulgões podem voar longas distâncias para novas plantações e infectar rapidamente as plantas próximas.

As medidas de inspeção atuais para oficiais de biossegurança são caras e demoradas.
Modelos matemáticos e estatísticos podem ajudar a prever áreas de risco de infecção.
Um modelo matemático estocástico descreve as taxas de disseminação, infectividade e recuperação de doenças, já que fatores externos ambientais e sazonais influenciam a propagação do vírus.

A estrutura pode ser adaptada para estudar a dinâmica de outras doenças transmitidas por vetores. Um estudo de 2012 estimou que os benefícios da eliminação da doença valeriam entre US$ 16 e 27 milhões para a Austrália a cada ano.

A professora Kerrie Mengersen disse que, apesar dos métodos tradicionais em curso de monitoramento e gerenciamento da doença, a erradicação se mostrou ilusória. "O novo modelo que desenvolvemos quantifica os efeitos das mudanças sazonais, configuração da plantação e propagação do vírus do cacho da banana, enquanto prevê áreas de alto risco. O pico de transmissão ocorre quando as temperaturas atingem 25-30 graus, então o clima é um fator importante a ser considerado na dinâmica complexa de propagação da BBTV", disse.
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink