Monsanto investe em novas tecnologias para o trigo

Agronegócio

Monsanto investe em novas tecnologias para o trigo

Sementes com germoplasma da WestBred servirão de base para criação de produtos, cujos focos iniciais serão tolerância à seca, uso de nitrogênio e produtividade
Por: -Janice
839 acessos

A Monsanto Company anunciou a aquisição da WestBred, empresa especializada no germoplasma do trigo, material genético para a produção de sementes. Com o investimento, de US$ 45 milhões, a Monsanto pretende reforçar seu portifólio de sementes e eventos biotecnológicos e beneficiar agricultores, que terão acesso a tecnologias inovadoras, tolerantes à seca, a doenças e a pragas.

"O setor de trigo dos EUA uniu-se para exigir novidades para a cultura. Acreditamos que temos tecnologias que conseguem superar os maiores desafios que os produtores de trigo enfrentam a cada safra", diz Carl Casale, vice-presidente executivo de estratégia global e operações da Monsanto. "Com a WestBred, seremos capazes de oferecer avanços para o melhoramento genético e a biotecnologia, que proporcionarão aumento de produtividade para a triticultura."

Sediada em Montana, a WestBred é uma empresa de primeira linha de germoplasma de trigo, com ativos de germoplasmas em todas as classes de trigo. Os recursos de melhoramento e as operações comerciais já existentes da WestBred serão o ponto central da plataforma de trigo da Monsanto, que irá buscar parcerias públicas e privadas para ajudar no cumprimento da promessa de oferecer melhorias para a cultura.

A Monsanto também anunciou, como parte de seus investimentos na plataforma do trigo, a criação do Grupo de Aconselhamento para o Desenvolvimento do Trigo, que deverá ajudar a empresa em seu trabalho de desenvolvimento e aplicação de novas tecnologias para o trigo. O grupo será formado por representantes de toda a cadeia do trigo.

A Tecnologia do Trigo

A Monsanto espera que, por meio do uso de suas tecnologias, a cadeia produtiva de trigo se torne mais sustentável, com melhoria da produtividade e redução do uso de recursos como água, terra e energia.

As sementes desenvolvidas pela Monsanto com o germoplasma da WestBred servirão como base para a criação de novos eventos biotecnológicos, cujos focos iniciais serão tolerância à seca, uso de nitrogênio e maior produtividade. A Monsanto também irá explorar as oportunidades de tolerância a herbicidas e resistência a doenças, mas os planos não incluem desenvolvimentos do evento Roundup Ready® de primeira geração no trigo.

A aquisição é um investimento de longo prazo em pesquisas, e, espera-se que traga acréscimos aos ganhos a partir da segunda metade da próxima década. As informações são da assessoria de imprensa da Monsanto.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink