Montadoras vão distribuir cartilha para promover uso do etanol

Agronegócio

Montadoras vão distribuir cartilha para promover uso do etanol

Durante o ano, a Cartilha do Etanol será entregue com o manual dos carros bicombustível, os chamados flex
Por:
168 acessos

A União da Indústria da Cana-de-Açúcar (Unica) assinou ontem (15) um acordo com as quatro maiores montadoras do país - Fiat, Ford, General Motors (GM) e Volkswagen - para a distribuição de uma cartilha promovendo o uso do etanol como combustível. Durante o ano, a Cartilha do Etanol será entregue com o manual dos carros bicombustível, os chamados flex.

O acordo entre a entidade que representa mais de um quarto das usinas de cana-de-açúcar do país e as empresas responsáveis por 80% da produção de automóveis foi formalizado na sede da Unica, em São Paulo. A idéia é que dois milhões de cartilhas sejam distribuídas em 2009.

A Cartilha do Etanol é uma publicação educativa produzida pela Unica traz dados da indústria brasileira da cana, informações sobre a economia que o uso do etanol como combustível e os benefícios ambientais do etanol.

A cartilha já vinha sendo distribuída desde o ano passado. Porém, segundo presidente da Unica, Marcos Jank, o acordo firmado com as montadoras vai disseminar ainda mais as informações sobre o álcool combustível.

“Este é um momento histórico para nós [a Unica]”, disse Jank, durante a reunião que formalizou o acordo. “Os consumidores optam pelo álcool porque ele é mais barato, mas nós queremos mostrar tudo o que existe por trás disso: uma indústria nacional, que emprega 850 mil pessoas, e gera muitos benefícios ambientais.”

Jaime Ardila, presidente da GM do Brasil e Mercosul, ratificou o compromisso de sua empresa com a disseminação do uso do etanol no Brasil e no mundo. Segundo ele, os carros produzidos pela GM Brasil são flex. Nos Estados Unidos, até 2012, 60% dos carros produzidos pela montadora também usarão etanol.

Marcus Vinicius Aguiar, gerente de relações institucionais da Fiat, também destacou a relevância do etanol no atual cenário de mudanças climáticas. “Temos pesquisas sobre carros elétricos e movidos a outros combustíveis, mas, hoje, a realidade é o etanol.”

Dados da Unica revelam que mais da metade do combustível consumido no país é etanol. Hoje, cerca de 90% dos veículos leves e novos vendidos no país são flex e, portanto, podem usar o combustível.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink