Morre pioneiro da bioindústria de babaçu
CI
Imagem: Divulgação
TOCANTINS

Morre pioneiro da bioindústria de babaçu

Edmond Aziz Baruque é fundador da Tobasa Bioindustrial
Por: -Eliza Maliszewski

Faleceu nesta quinta-feira (25) o empresário Edmond Aziz Baruque. Ele é fundador da Tobasa Bioindustrial, empreendimento inovador na Amazônia Legal que faz o aproveitamento integral do coco de babaçu para produtos sustentáveis como farinhas, carvão, sabão, álcool e biomassa. 

A empresa está localizada em Tocantinópolis (TO), no Bico do Papagaio, desde 1968 e tem forte parceria com extrativistas locais. Hoje, constitui-se no único complexo industrial do gênero existente no país que faz desde a quebra, a cata e a coleta do fruto até o processamento tecnológico de seus produtos. Baruque era engenheiro civil e tinha 94 anos. Faleceu no Rio de Janeiro. “Baruque sempre acreditou no extrativismo da palmeira de babaçu contribuindo assim com o crescimento econômico do Tocantins e a geração de empregos”, disse em nota o vice-governador do Tocantins, Wanderlei Barbosa. Hoje a empresa é comandada pelo filho dele, 

O coco de babaçu é um fruto oriundo de uma palmeira nativa das regiões do Tocantins, Maranhão e Piauí. O óleo de coco é um dos produtos mais utilizados dentre os derivados do babaçu, sendo utilizado na culinária e em cosméticos, por exemplo. Fonte de renda de muitas famílias extrativistas, o babaçu tem uma importância social forte e exerce um papel fundamental na manutenção da fertilidade do solo, sendo imprescindível para a sustentabilidade dos sistemas agropecuários.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink