Morte súbita dos citros em xeque


Agronegócio

Morte súbita dos citros em xeque

Por:
1 acessos

A reunião realizada ontem (13-02) em São Paulo para definir as estratégias de combate à doença da morte súbita decidiu que a primeira medida será a realização de uma varredura para localização de focos da doença nos laranjais de São Paulo, Minas Gerais e Paraná. A varredura nos pomares tem o objetivo de localizar os focos da doença, a direção para onde ela se propaga e a velocidade de transmissão. Os levantamentos terão início em meados de março, após o período das chuvas. Segundo o Secretário de Agricultura de São Paulo, Duarte Nogueira, no território paulista serão inspecionadas 190 milhões de plantas; em Minas Gerais, 10 milhões; e no Paraná, 5 milhões de pés. Estima-se que 4 mil pessoas sejam envolvidas na operação. A próxima reunião do comitê está marcada para a quinta-feira da semana que vem.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink