Movimentação na Expocop anima expositores
CI
Agronegócio

Movimentação na Expocop anima expositores

Faturamento total da feira de Cornélio Procópio deve atingir R$ 3 milhões
Por:

Faturamento total da feira de Cornélio Procópio deve atingir R$ 3 milhões; visitação é estimada em mais de 50 mil pessoas

Os 40 expositores comerciais e industriais que estão trabalhando na 13 Exposição Agropecuária, Industrial e Comercial da Região de Cornélio Procópio - Expocop 2010 estão satisfeitos com a boa movimentação de público nos primeiros dias do evento. Até a sexta-feira à tarde, a feira tinha recebido por volta de 18 mil visitantes, o que já faz os comerciantes esperarem por melhores resultados que os obtidos na edição de 2009. Na sexta-feira(3) pela manhã, o julgamento de Ovinos, Caprinos e animais da raça Nelore, atraiu a atenção dos visitantes.

Segundo Mario Ribeiro Junior, coordenador geral da Expocop, a expectativa é de uma movimentação comercial 30% superior a do ano passado. ""Ontem (quinta-feira) foi excelente para a área gastronômica. Entre sábado e segunda vamos ter o rodeio o que vai alavancar ainda mais o faturamento. Ano passado os problemas com a gripe suína atrapalharam bastante"", afirma Ribeiro.

Até terça-feira, a organização espera que o faturamento total, entre negócios e leilões, chegue a R$ 3 milhões, com um público que deve ultrapassar as 50 mil pessoas. ""Nos três primeiros leilões, foram fechados R$ 1 milhão em negócios. Vamos ver se dobramos esse valor nos leilões restantes. Só como comparativo, em 2009 o faturamento de todos os leilões foi de R$ 1,2 milhão"", revela o coordenador.

O comerciante Marcos Antonio Mingarelli faz lanches na Expocop desde a primeira edição da feira. Ele comenta que o evento começou muito bem e deve melhorar mais entre hoje e amanhã. ""Espero fazer cerca de 600 lanches neste sábado e domingo. Se atingirmos a renda da Expocop de 2006, está ótimo"", avalia Mingarelli, sem revelar valores.

Já o vendedor de cocadas João Carlos Sciorra, que veio de Colorado, é estreante em Cornélio e está muito satisfeito até agora. Ele espera vender cerca de mil cocadas por dia até o final do evento. ""Está bem melhor do que eu esperava. Certamente vou estar aqui no ano que vem"", relata Sciorra, que deve atingir um faturamento bruto de R$ 21 mil.

No setor de vestuário country, este final de semana é do tudo ou nada para o empresário Michel Martins Maciel. Ele veio direto de Maringá com sua loja itinerante com o objetivo de fechar R$ 30 mil em negócios. ""Meu forte estão sendo vendas de chapéus femininos, jeans e camisas. Venho há seis anos na feira de Cornélio e está valendo a pena"", comenta.

Linhas de crédito

O Banco do Brasil (BB) está na 13 Expocop com uma linha de crédito especial para os pecuaristas interessados em investir no rebanho. O programa Paraná Pecuário tem condições especiais nos contratos realizados na feira, oferecendo três anos de prazo à juros de 6,75% ao ano.

Segundo o gerente administrativo do BB de Cornélio, Marcos de Paula, esta é uma condição especial desenvolvida para o evento, com o intuito de ajudar os pecuaristas na melhoria dos criatórios. O banco também traz toda a linha de crédito do BB para custeio, aquisição de equipamentos, Finame/BNDES, sem limites de recursos. ""Na verdade, nós temos recursos sobrando"", completa o gerente.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink