MS exportou 170% mais açúcar em 2006

Agronegócio

MS exportou 170% mais açúcar em 2006

Setor sucroalcooleiro ampliou as remessas de açúcar ao exterior em 91,2 mil toneladas
Por: -Redação
1 acessos

As exportações sul-mato-grossenses de açúcar bruto, produzido a partir da cana, cresceram 170,5% no acumulado de janeiro a novembro deste ano, em relação aos embarques realizados em igual período do ano passado, segundo dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex). O açúcar aparece na sexta posição no ranking de principais produtos exportados por MS.

Relatório da balança comercial do Estado aponta que o setor sucroalcooleiro de Mato Grosso do Sul ampliou as remessas de açúcar ao exterior em 91,2 mil toneladas nos onze primeiros meses deste ano. De janeiro a novembro de 2005, as exportações de MS de açúcar bruto atingiram 53,5 mil toneladas, montante que, neste ano, em igual período, saltou para 114,8 mil toneladas do produto.

A alta no volume exportado impulsionou também a receita obtida com as vendas. Enquanto os embarques de açúcar deste ano cresceram 170,5%, a receita obtida com as remessas do produto ao exterior aumentou 355,6% no mesmo período. De janeiro a novembro de 2005 as exportações do produto bruto renderam US$ 10,5 milhões ao Estado, sendo que neste ano o valor já ultrapassa US$ 48 milhões.

Além do açúcar bruto de cana, de janeiro a novembro deste ano o Estado exportou 11,5 mil toneladas de açúcar de cana em outros estágios de industrialização e de açúcar de beterraba, além de sacarose química. O montante indica estabilidade nos embarques destes produtos ao exterior, uma vez que de janeiro a novembro de 2005 o volume foi praticamente o mesmo, de 11,2 mil toneladas. No entanto, a receita obtida com esses itens no mercado internacional caiu de US$ 46,6 milhões, registrados nos onze primeiros meses de 2005, para US$ 27,5 milhões no acumulado dos onze primeiros meses de 2006.

Produção crescente

O forte incremento das vendas externas de açúcar neste ano é um dos fatores que certamente deve influenciar o crescimento na produção sul-mato-grossense de açúcar. Segundo reportagem publicada no início de dezembro no Correio do Estado, a expansão prevista para a cana em Mato Grosso do Sul na próxima safra deve ser direcionada principalmente para a produção de açúcar, contrariando as estimativas de alta na produção de álcool.

Dados da Companhi Nacional de Abastecimento (Conab) sinalizam a safra 2007/2008 deve elevar a produção estadual de açúcar em 30,9%, enquanto que a produção de álcool permanecerá praticamente estável. Na safra deste ano, o Estado produziu 585 milhões de litros de álcool e a próxima safra deve responder à produção de apenas 577 milhões de litros (queda de 1,5%). Por outro lado, a estimativa da companhia é que o Estado produza 441.300 toneladas de açúcar (+30,9%) na próxima safra, contra as 337.200 toneladas industrializadas a partir da cana cultivada na última safra.

Próxima safra de cana

Em reportagem publicada em 20 de dezembro pelo Estadão, o presidente da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), Eduardo Pereira de Carvalho, estimou que a safra de cana-de-açúcar 2007/08 na região centro-sul do País será mais alcooleira do que a safra 2006/07. Carvalho justifica a afirmação no fato de que pelo menos 16 novas unidades produtoras estarão em operação na próxima safra e outras 12 devem expandir a capacidade produtiva, voltadas quase que na totalidade para a produção de álcool. "A metade dessas novas usinas está localizada no Estado de São Paulo, seguidas por Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso do Sul e Paraná", revelou. O presidente da Unica argumentou ainda que os preços do açúcar fixados hoje em patamares inferiores aos registrados no início da safra anterior fomentam a produção de álcool nas usinas.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink