MS não abre mão de escoar soja transgênica por Paranaguá

Agronegócio

MS não abre mão de escoar soja transgênica por Paranaguá

O governo de Mato Grosso do Sul não vai abrir mão de escoar a produção estadual de soja transgênica pelo porto de Paranaguá
Por:
1 acessos

O governo de Mato Grosso do Sul não vai abrir mão de escoar a produção estadual de soja transgênica pelo porto de Paranaguá (PR). A alternativa ao porto encarece o frete e torna o produto menos competitivo. A informação é do secretário estadual de Produção e Turismo, Dagoberto Nogueira Filho.

O governador do Paraná, Roberto Requião (PMDB), vetou a entrada de soja transgênica por aquele estado e para fazer a fiscalização já estão montadas 28 barreiras nas divisas com os estados de Mato Grosso do Sul, São Paulo, Santa Catarina e nas fronteiras com o Paraguai e Argentina.

“Não sei ainda se vamos tomar medidas judiciais, mas não tem cabimento bloquear a passagem de um negócio que nem foi produzido dentro daquele Estado”, afirma Dagoberto. Ele afirma que vai discutir com o secretário de Coordenação Geral do Governo, Raufi Marques e diz que primeiro deve tentar o caminho da negociação. Para isso pretende somar forças com o Mato Grosso, principal produtor de soja do País e que também é prejudicado com o veto do Paraná.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink