MS tem queda de 77% no preço do leite in natura
CI
Agronegócio

MS tem queda de 77% no preço do leite in natura

A produção no Estado é de R$ 1,5 milhão de litros por mês
Por:

Devido à escassez de pasto com a falta de chuvas, o produtor tem que investir em outras fontes alternativa para poder alimentar o gado. Esse investimento pesa no orçamento, o que faz com que a produção de leite tenha custos elevados na época de entressafra.

Isso fez o preço do leite in natura desabar até 77% no mês de agosto comparado ao mesmo período do ano anterior. O litro está sendo comercializado a R$ 0,58, somando uma queda de 6% em relação a julho.

Outro fator que tem contribuído para desvalorização do produto é o excesso de estoque de leite UHT no mercado, por conta da queda na exportação deste tipo de produto e seus derivados lácteos.

A desvalorização do produto interno devido ao aumento da produção no sul do país e a importação de leite em pó de Uruguai e Argentina são fatores que influenciam diretamente no preço do leite no Estado. Em 2009 os preços se encontravam no mesmo patamar, sendo que o volume de importação dos dois países sul-americanos chegou a 38,4 mil toneladas.

Ao todo, Mato Grosso do Sul conta com 33 mil produtores de leite, sendo que 80% são de pequeno porte e de assentamentos. A produção no Estado é de R$ 1,5 milhão de litros por mês.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink