MT: Sorriso lidera ranking estadual em 2016

Agronegócio

MT: Sorriso lidera ranking estadual em 2016

Dez maiores exportadores de Mato Grosso são municípios com a economia totalmente voltada ao agro
Por:
948 acessos

Sorriso, conhecida como a ‘Capital Nacional do Agronegócio’, foi a cidade mato-grossense que mais exportou em 2016. Sozinha, colaborou com mais de 10% de tudo que o Estado negociou e assim, pelo segundo ano consecutivo, liderou o ranking estadual dos maiores exportadores de Mato Grosso. Encerrou o exercício 2016 com receita de US$ 1,36 bilhão, saldo ligeiramente acima dos US$ 1,35 bilhão realizado no ano anterior. 

O município também conhecido por ofertar o maior volume de soja e milho do mundo, anualmente destina somente para a oleaginosa pouco mais de 600 mil hectares, finalizou o ano como o melhor colocado do Centro-Oeste no ranking nacional dos maiores exportadores, ao se tornar o 24º do país. 

Enquanto o resultado do exercício 2016 mostrou que o saldo de Mato Grosso apontou para um ano em que a pauta estadual ampliou volume físico, mas reduziu receita, em Sorriso houve incremento duplo. O saldo financeiro, mesmo que ligeiramente superior ao ano anterior, mostra resultado positivo, mesmo com redução sobre o faturamento anual das vendas da soja. Houve alta também sobre o volume físico, total movimentado que passou de 4,70 milhões de toneladas para mais de 5,28 milhões de toneladas. 

Conforme dados divulgados ontem pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), as vendas de soja encolheram, em dólar, 8,54%, ao passarem de US$ 780 milhões em 2015 para US$ US$ 713,43 milhões em 2016. Mais do que soja, Sorriso vendeu mais milho. A commodity foi a mais movimentada ao longo do ano. Foram mais de 3,14 milhões de toneladas. O resultado financeiro foi um incremento, em dólar, quase 22% superior ao registrado em 2015. Conforme o MDIC, os negócios renderam divisas de US$ 527,67 milhões. 

Com participações de 52,18 e 38,59%, soja e milho, respectivamente, foram as commodities que dominaram a pauta sorrisense. Quase 43%, ou US$ 577,12 milhões da receita, foi originada por meio de negócios efetivados junto aos chineses. Depois deles, os principais parceiros foram os holandeses, os iranianos, os japoneses e os sul-coreanos. 

Peso do agro – A ‘Capital Nacional do Agronegócio’ se une a suas outras nove ‘írmãs’ para compor um ranking estadual. Dez cidades de Mato Grosso concentram 50% da receita das exportações do Estado contabilizada em 2016. Todas essas dez cidades têm suas economias atreladas ao agronegócio e somaram ao longo do ano passado mais de US$ 6,33 bilhões em exportações. A receita estadual foi de US$ 12,58 bilhões no mesmo período de comparação. Cuiabá e Várzea Grande, cidades importantes do Estado, ficaram na 11ª e na 19ª posição, respectivamente. Na economia local, porém, ocupam a 1ª e a 3ª posição, também, respectivamente. 

De acordo com o MDIC, o ranking estadual dos maiores exportadores estadual de 2016 fechou da seguinte forma: Sorriso (US$ 1,36 bilhão), Rondonópolis (US$ 965 milhões), Nova Mutum (US$ 655,22 milhões), Primavera do Leste (US$ 598,11 milhões), Lucas do Rio Verde (US$ 508,42 milhões), Sinop (US$ 491,24 milhões), Sapezal (US$ 481 milhões), Querência (US$ 445,45 milhões), Diamantino (US$ 437,58 milhões) e Campo Novo do Parecis (US$ 387,92 milhões). 

Mato Grosso – Conforme o Diário publicou com exclusividade na edição de ontem, Mato Grosso faturou no ano passado US$ 12,58 bilhões contra US$ 13,07 bilhões nos doze meses de 2015. Em volume físico embarcado, foram 35,61 milhões de toneladas, para atuais 36,07 milhões. 

O saldo da balança comercial também teve leve redução. Em 2016, Mato Grosso encerra o exercício com US$ 11,40 bilhões ante US$ 11,73 bilhões em 2015. Novamente, Minas Gerais e Mato Grosso junto, respondem por mais de 50% do saldo da Balança brasileira que no ano passado fechou em US$ US$ 47,7 bilhões. O saldo da Balança é o resultado das exportações menos as importações. 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink