MT fatura R$12 bilhões em exportações
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,200 (0,72%)
| Dólar (compra) R$ 5,63 (0,59%)

Imagem: Divulgação

DESEMPENHO

MT fatura R$12 bilhões em exportações

Estado aumentou seus números com alta do dólar e bom desempenho do agro
Por: -Eliza Maliszewski
2672 acessos

Os produtores de Mato Grosso têm o que comemorar. O estado é o maior produtor nacional de grãos. Segundo informações da Produção Agrícola Municipal (PAM) 2019, divulgadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na semana passada, o estado gerou R$ 58,4 bilhões ao valor agrícola do país. Entre os 50 municípios com os maiores valores de produção agrícola, observou-se que 22 deles estavam no Mato Grosso. Sorriso, no norte, é o que alcançou o maior valor de produção regional, com R$ 3,9 bilhões, seguido de outro município mato-grossense. Sapezal apresentou R$ 3,4 bilhões.

No estado o carro-chefe é a soja. A soja em grãos foi o produto mais vendido e corresponde a 57% das exportações estaduais. O farelo da soja e outros alimentos para animais tem 11% de participação do mercado. O bom desempenho é notado nos números de exportações. Entre janeiro e agosto deste ano, o estado aumentou as vendas em 8,5% em relação ao mesmo período do ano passado e já é responsável por 9,5% das vendas que o Brasil faz para o mercado exterior, ficando em quarto lugar no ranking nacional dos exportadores. Os dados são do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC).

O dólar alto tem puxado esse desempenho. Além da soja também se destacam o milho, que aumentou as vendas e chegou a 11% e passou o algodão, com 8,4%. A carne corresponde a 8,2% das vendas e o restante se divide entre ouro, madeira e derivados dos produtos primários.

Em oito meses, o valor de vendas dos produtos mato-grossenses chegou a quase U$ 12,9 bilhões. O valor é 8,5% a mais do que os R$ 11,9 bilhões a mais do que o período entre janeiro e agosto de 2019, que já era a maior venda dos últimos dez anos. Com as importações em baixa de 11,3%, o superávit da balança comercial ficou superior a U$ 11,7 bilhões.

O destino mais embarcado foi para a China que, sozinha comprou U$ 4,6 bilhões, um aumento de 10% em relação ao ano passado. A Holanda, Espanha, Turquia e Tailândia, que completam os maiores mercados, também aumentaram as compras e ajudaram a melhorar os números de Mato Grosso.
 

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink