Multinacional adquire empresa de biológicos
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,200 (0,72%)
| Dólar (compra) R$ 5,63 (0,59%)

Imagem: Pixabay

DEFENSIVOS

Multinacional adquire empresa de biológicos

Transação foi confirmada e deve expandir mercado para outros países, com impactos no Brasil
Por: -Eliza Maliszewski
664 acessos

A multinacional norte-americana, American Vanguard Corporation, anunciou nesta sexta-feira (8) que sua principal subsidiária a AMVAC Chemical A Corporation adquiriu o grupo de empresas Agrinos, uma empresa privada líder em tecnologia de insumos biológicos para lavouras.

Com foco em ampliar mercado a aquisição permite uma ampliação nos produtos de base biológica. A Agrinos é um fornecedor de insumos biológicos totalmente integrado com tecnologia proprietária, fabricação interna e recursos de distribuição global. A plataforma de produtos de tecnologia de alto rendimento da empresa trabalha em associação com outros insumos nutricionais das lavouras para aumentar a produtividade da cultura, melhorar a saúde do solo e reduzir a pegada ambiental das práticas agrícolas tradicionais.

De acordo com o presidente e CEO da American Vanguard, Eric Wintemute, a ideia é focar em melhoria da produtividade, economia de custos e sustentabilidade ambiental além de expandir a participação global em insumos bionutricionais que contribuam para melhorar a saúde do solo. “A aquisição da Agrinos é um passo importante para alcançar esse objetivo estratégico”, destacou.

Produtos

A aquisição envolve 50 patentes emitidas e quase 100 pendentes em todo o mundo. O portfólio da Agrinos deve complementar a linha de fertilizantes foliares sob a marca Greenplants, que tiveram um crescimento bem-sucedido no mercado da América Central.

“Em testes de campo independentes conduzidos nos últimos 8 anos, a tecnologia Agrinos proporcionou aumentos de rendimento na ordem de 5 a 10% em aplicações nas lavouras de milho, soja, trigo, arroz e algodão, e 10 a 17% em muitos produtos de alto valor nas culturas de amêndoas, amendoins, tomates, melões e uvas”, destacou o CEO.

A Agrinos possui duas instalações de fabricação, uma instalação de fabricação de insumos microbianos de última geração localizada nos Estados Unidos, capaz de personalizar cepas de alta qualidade e uma fábrica de alto rendimento de bioestimulantes de alta qualidade usando matérias-primas de origem natural localizada no México. “Em suma, a plataforma biológica da Agrinos aumentará nossa capacidade geral de fornecer proteção de lavouras abrangente e soluções nutricionais para produtores internacionais”, aposta Wintemute.

Impactos no Brasil

A movimentação também terá reflexos na operação brasileira. No país a Agrinos tem sede em São Paulo e equipes de vendas em locais estratégicas para o setor. Trabalha com três produtos no mercado brasileiro; VitaComplex; AminoVita e HYT C MaisRaiz, todos obtidos de forma natural e usados para nutrição de solo.

A AMVAC também tem presença no Brasil desde o ano passado, com sede em Jaboticabal (SP) e produtos voltados para proteção de cultivos como bioestimulantes, aminoácidos, fertilizantes foliares e adjuvantes. Foca em expandir os negócios na América Latina. Os números da transação não foram divulgados.

 
 

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink